Despedimento colectivo na TAP é inaceitável!

TAP despedimentosdoc final 21Está em distribuição um documento da célula do PCP na TAP sobre o despedimento colectivo recentemente formalizado. Para o PCP, a tentativa de despedimento na TAP de mais 124 trabalhadores é inaceitável. A TAP, ao longo de todo o chamado “processo de reestruturação“, perdeu capacidade de resposta operacional e os milhares de trabalhadores que foram despedidos colocam a TAP, enquanto empresa estratégica, em maiores dificuldades para responder a toda a operação. Para o PCP, o futuro da companhia depende da intervenção do Estado e de um plano de contingência, e não de um plano de reestruturação imposto por Bruxelas, que permita viabilizar o futuro da companhia aérea de bandeira do país, os direitos dos trabalhadores e os seus postos de trabalho. O Governo do PS teima em não ir ao encontro das necessidades identificadas para a viabilização da empresa. Os comunistas da célula do PCP na TAP apelam à resistência e rejeição por parte dos trabalhadores a mais esta afronta aos seus direitos e postos de trabalho. Ler aqui o comunicado completo.