Célula do PCP na TAP volta a tomar posição em defesa dos trabalhadores

comunicado TAP Dezembro20A célula do PCP na TAP voltou a editar um comunicado aos trabalhadores, demonstrando o repúdio pelo caminho que, ao que tudo indica, estará a tomar o plano de reestruturação: despedimento de milhares de trabalhadores, diminuição da massa salarial e ataques aos acordos de empresa, para além da possibilidade de diminuição da TAP em várias áreas e serviços. A célula reafirma que os postos de trabalho e os direitos dos trabalhadores têm que ser respeitados, assim como aponta a necessidade de salvaguarda da TAP como empresa estratégica para o País, para o seu desenvolvimento económico e social. As medidas a ser tomadas têm inevitavelmente de ter em conta a retoma e o contexto pós -pandemia e o Governo, sendo o Estado o accionista maioritário da empresa, tem que ser responsabilizado pelo futuro da TAP e dos seus trabalhadores.

Ler aqui o comunicado