Velhos perigos e novas ameaças: a "nova" estratégia da UE para a aviação

20160317sectoraereoRealizou-se hoje, no Auditório de formação da NAV, uma reunião promovida pelo PCP sobre a "nova" estratégia da UE para a aviação. Com a participação do deputado ao Parlamento Europeu João Ferreira,  a reunião contou com a participação de Comissões de Trabalhadores e Sindicatos do Sector. O PCP sublinhou a importância dos trabalhadores do sector na luta que terá que ser movida para travar estas políticas,  em defesa da soberania nacional e contra o incremento da exploração dos trabalhadores.

Ler o Comunicado do PCP sobre a "nova" estratégia

É imperiosa a necessidade de inverter a política de transportes

20160310 foto1No encerramento da reunião metropolitana sobre transportes públicos e mobilidade, Jerónimo de Sousa considerou que as opiniões que foram expressas "confirmam a gravidade da situação em que se encontra o sector dos transportes, particularmente dos transportes públicos e a existência de bloqueios agudos à mobilidade na Área Metropolitana de Lisboa com evidentes prejuízos para a qualidade de vida das populações e com impactos muitos negativos no plano social, ambiental, energético e na economia".

Ler Intervenção de Jerónimo de Sousa

Ler 10 prioridades para os transportes públicos na AML

PCP edita «Alerta aos Trabalhadores» sobre a «nova» Estratégia da UE para o Sector Aéreo

alerta novaestrategia ueNa sequência da apresentação pela Comissão Europeia da sua «nova» estratégia para o Sector da Aviação, o PCP editou hoje um comunicado aos trabalhadores do sector aéreo e às suas organizações representativas, alertando para o conteúdo desta política, e para as ameaças que representa para os trabalhadores e para a economia nacional.

Ler Comunicado em PDF

Células do Metro e da Carris apelam aos trabalhadores para intervirem na luta em torno do OE2016

comunicado oeAs Células do PCP na Carris e no Metropolitano de Lisboa editaram comunicados aos trabalhadores sobre o Orçamento de Estado, onde valorizam o que há para valorizar neste Orçamento, alertam os trabalhadores para o conjunto de questões que o continuam a marcar negativamente, alertam para a luta que em torno do Orçamento se trava, apelam a que os trabalhadores destas empresas intervenham activamente nessa luta, e assume o compromisso de apresentar propostas de alteração a cada aspecto negativo do Orçamento de Estado para 2016.

Ler Comunicado em PDF para a Carris

Ler Comunicado em PDF para o Metropolitano de Lisboa

Fim do roubo dos complementos de reforma: vitória da luta e da justiça!

Esta quarta-feira foi discutido na Assembleia da República o Projecto-Lei do PCP que acaba com o roubo do complemento de reforma aos reformados do Metro e da Carris. Perante uma Assembleia cheia com centenas de reformados das duas empresas, o PCP sublinhou a importância da luta travada, mesmo nas situações mais complexas, como factor decisivo para a vitória agora alcançada. (Ler Intervenções do PCP no debate)

Edgar Silva com os trabalhadores da TAP e da SPDH

fotoreuniao edgarEdgar Silva esteve hoje no Aeroporto de Lisboa, tendo começado por reunir (foto) com ORT´s das duas empresas (CT da TAP, CT da SPDH, SITAVA e SNPVAC) num encontro realizado na Sede deste último, tendo depois ido até ao Refeitório da TAP onde prosseguiu os contactos informais. Destes contactos, Edgar Silva sublinhou o seu compromissos com a luta contra a privatização da TAP e a importância de intensificar o combate contra a precaridade e os baixos salários, praga que começa a invadir cada vez mais o Aeroporto de Lisboa, questões que, alertou, estão plasmada na Constituição de que o Presidente deve ser garante.

PCP questiona despacho de Sérgio Monteiro que oferece 20 milhões aos operadores privados

20milhoesO PCP questionou o Governo sobre o Despacho 8946 de Agosto de2015, nomeadamente perante o facto, já amplamente denunciado, deste despacho se traduzir numa oferta de 20 milhões aos operadores privados, ambos ligados à multinacional alemã DB (Barraqueiro e Arriva), questionando o governo quer sobre o parecer da IGF quer sobre as intenções do governo face às normas abusivas contidas no despacho.

Ler Requerimento em PDF

Sectores estratégicos, soberania nacional e mercado comum: um olhar desde o sector dos transportes

20151127 debate pcp gue sectores estrategicos transportes

Por iniciativa dos deputados do PCP no Parlamento Europeu, em coordenação com o Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia / Esquerda Verde Nórdica (GUE/NGL), realizou-se no dia 27 de Novembro um debate sobre o tema «Sectores Estratégicos, Mercado Comum e Soberania Nacional - um olhar desde o Sector dos Transportes». O debate salientou a importância de inversão das políticas seguidas até ao momento e realçou a importância do desenvolvimento de políticas alternativas e de uma alternativa patriótica e de esquerda onde a necessidade da recuperação do controlo público dos sectores estratégicos na esfera pública se assuma como um imperativo nacional, recolocando-os ao serviço do povo e do País.

Ler Intervenções em PDF: Céu Único; Handling; Transporte Aéreo; Transporte Público; Ferroviários; Táxi; Portuários; Intervenção Final

A privatização do Metro e da Carris morreu! Viva a luta dos trabalhadores!

Dia 27 de Novembro fica marcado como o dia em que a privatização do Metro de Lisboa e da Carris foi politicamente anulada. De facto, no debate, agendados pelo PCP, das iniciativas parlamentares para anular a subconcessão dos transportes públicos de Lisboa e Porto, ficou clara o compromisso de PCP, PEV, BE e PS em anularem essas subconcessões, e aprovarem um texto conjunto na Assembleia da República. Cabe agora ao Governo concretizar esta anulação e paralelamente lançar um vasto conjunto de medidas para inverter o rumo de degradação dos transportes públicos nestas cidades. O PCP saúda a luta heróica destes trabalhadores, e apela a que reforcem a sua unidade e determinação.