EDP: Basta de tostões para os trabalhadores e milhões para os accionistas!?

imagesEnquanto o Presidente e os accionistas da EDP andam a ganhar milhões, querem negociar aumentos salariais de tostões com os trabalhadores. Nos últimos cinco anos, os resultados líquidos ultrapassaram os mil milhões de euros por ano, obtidos à custa dos trabalhadores, cujo número é cada vez mais reduzido,

à custa da condenável externalização e concentração de serviços, com a consequente deterioração dos mesmos, e da tarifa eléctrica, que sobrecarrega os consumidores. A EDP tem decidido nos últimos anos atribuir aos accionistas mais de 62 por cento destes resultados, sob a forma de dividendos, enquanto tem negado aos trabalhadores aumentos salariais dignos, limitando-se a meras actualizações. Os trabalhadores da EDP, como todos os outros, sentem no bolso o aumento brutal do custo de vida e os aumentos salariais não são correspondentes, não sendo o seu trabalho valorizado, servindo para encher o bolso de alguns à custa de muitos.

Ler em PDF