PCP exige respostas ao Governo sobre despedimento colectivo no Contact Center da PT no Areeiro

O PCP tomou conhecimento de um despedimento coletivo em curso de 170 trabalhadores que exercem funções permanentes no Contact Center da PT no Areeiro, em Lisboa. A operadora de telecomunicações “Oi” pretenderá reduzir a sua atividade em Portugal em dois terços. O PCP há muitos anos que vem acompanhando com enorme preocupação a situação dos trabalhadores subcontratados por empresas de trabalho temporário que respondem a necessidades permanentes de grandes empresas nacionais e multinacionais na área das telecomunicações, particularmente no que toca a situações de reiterada violação dos seus direitos laborais.

 

 

O Grupo Parlamentar do PCP considera "inaceitável que estas empresas, recorram sistematicamenteà subcontratação de trabalhadores quando teriam todas as condições económicas e financeiras para assegurar a contratação efetiva, com o reconhecimento dos direitos socio laborais decorrentes", exigindo respostas ao Governo:


1. Tem o Governo conhecimento desta situação?
2. Tem o Governo conhecimento de alguma ação inspetiva da ACT neste local de trabalho? Se sim, quais as conclusões?
3. Que medidas urgentes vai o Governo tomar para garantir a manutenção de todos os postos de trabalho e o cumprimento dos direitos destes trabalhadores?

Ler em PDF