Trabalhadores das rodoviárias privadas em luta por aumentos salariais

rodoviária de passageirosHoje decorreu novamente greve de 24 horas dos trabalhadores das rodoviárias privadas de transporte de passageiros. Uma luta por aumentos salariais - muitos destes trabalhadores auferem apenas cerca de 700 euros de salário -, pela actualização do subsídio de refeição e por melhores horários. Uma delegação do PCP, em que participou o deputado Bruno Dias, esteve presente no piquete de greve na estação da Rodoviária de Lisboa, em Santa Iria, onde contactou com os trabalhadores e prestou a solidariedade do PCP para com a sua luta.