Candidatura CDU ao Concelho de Cascais

amar cascaisA Comissão Coordenadora da Concelhia de Cascais da CDU – Coligação Democrática Unitária – anuncia os seus primeiros candidatos aos órgão municipais de Cascais para as eleições autárquicas de 2021. Uma candidatura que dá voz a uma alargada frente unitária que reúne o Partido Comunista Português, o Partido Ecologista “Os Verdes”, a Associação Intervenção Democrática e um crescente número de homens e mulheres sem filiação partidária. Um amplo espaço de convergência democrática guiado pelos valores do trabalho, da honestidade e da competência que identificam a gestão autárquica da CDU.

 

1 cascais cm clemente alves cortadaClemente Alves volta a encabeçar a lista da CDU na candidatura à Presidência da Câmara de Municipal de Cascais, dando continuidade ao reconhecido trabalho desenvolvido durante os dois últimos mandatos enquanto vereador naquela autarquia. Entrou para o PCP antes do 25 de Abril, tornando-se um lutador e resistente antifascista que foi preso e exilado político, entre os anos de 1972 e 73, ficando com o seu nome gravado no memorial dedicado aos presos políticos do Forte de Peniche e fazendo parte, ainda hoje, da União de Resistentes Antifascistas Portugueses – URAP. Entre os anos de 1974 e 2012, foi coordenador da Comissão Unitária de Trabalhadores da Estoril Sol e dirigente sindical do sindicato de hotelaria. Enquanto eleito da CDU na Câmara de Cascais desenvolveu trabalho com grande dedicação e sentido de responsabilidade, defendendo sempre os interesses dos munícipes e denunciando todas as políticas nocivas para a autarquia e para as populações. Um trabalho que contribuiu para o reconhecimento da CDU como a única força de oposição à maioria PSD/CDS e a que verdadeiramente defende os interesses dos cascalenses.

 

1 cascais am diclinda baudouin cortadaDiclinda Baudouin é a aposta da CDU para a Presidência da Assembleia Municipal de Cascais. Militante comunista desde 1975, tem um percurso profissional de 34 anos de ligação ao ensino particular e público como Educadora de Infância e professora do Ensino Especial. Foi eleita pelos seus pares para integrar o Conselho Municipal de Educação e como dirigente do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, integrou a direcção do Sindicato durante vários mandatos. Pertenceu aos Movimentos da Escola Moderna e dos Educadores pela Arte e como membro do MDM – Movimento Democrático de Mulheres, fez parte da Comissão Dinamizadora das Celebrações do Ano Internacional da Criança. É sócia da Associação de Amizade Portugal/Cuba, da Sociedade Recreativa e Operária de Santarém e membro da Associação Conquistas da Revolução. Entre 1981 e 85 fez parte da Comissão Unitária de Trabalhadores da Covina.

 

24 de Maio de 2021