Apresentação dos candidatos CDU à Presidência da Câmara e Assembleia Municipal de Cascais

plateia 1No passado dia 27 de Maio, o Largo Cidade Vitória, em Cascais, acolheu a iniciativa CDU de apresentação da candidatura de Clemente Alves à Presidência da Câmara Municipal de Cascais e de Diclinda Baudouin à Assembleia Municipal. Uma acção que contou com a participação de Inês Zuber do Comité Central do PCP e de muitos activistas e apoiantes da CDU. Antecedendo as intervenções dos candidatos, o duo Bárbara Lagido deu um colorido especial à acção com um breve espectáculo musical.

Continuar...

Candidatura CDU ao Concelho de Cascais

amar cascaisA Comissão Coordenadora da Concelhia de Cascais da CDU – Coligação Democrática Unitária – anuncia os seus primeiros candidatos aos órgão municipais de Cascais para as eleições autárquicas de 2021. Uma candidatura que dá voz a uma alargada frente unitária que reúne o Partido Comunista Português, o Partido Ecologista “Os Verdes”, a Associação Intervenção Democrática e um crescente número de homens e mulheres sem filiação partidária. Um amplo espaço de convergência democrática guiado pelos valores do trabalho, da honestidade e da competência que identificam a gestão autárquica da CDU.

 

1 cascais cm clemente alves cortadaClemente Alves volta a encabeçar a lista da CDU na candidatura à Presidência da Câmara de Municipal de Cascais, dando continuidade ao reconhecido trabalho desenvolvido durante os dois últimos mandatos enquanto vereador naquela autarquia. Entrou para o PCP antes do 25 de Abril, tornando-se um lutador e resistente antifascista que foi preso e exilado político, entre os anos de 1972 e 73, ficando com o seu nome gravado no memorial dedicado aos presos políticos do Forte de Peniche e fazendo parte, ainda hoje, da União de Resistentes Antifascistas Portugueses – URAP. Entre os anos de 1974 e 2012, foi coordenador da Comissão Unitária de Trabalhadores da Estoril Sol e dirigente sindical do sindicato de hotelaria. Enquanto eleito da CDU na Câmara de Cascais desenvolveu trabalho com grande dedicação e sentido de responsabilidade, defendendo sempre os interesses dos munícipes e denunciando todas as políticas nocivas para a autarquia e para as populações. Um trabalho que contribuiu para o reconhecimento da CDU como a única força de oposição à maioria PSD/CDS e a que verdadeiramente defende os interesses dos cascalenses.

 

1 cascais am diclinda baudouin cortadaDiclinda Baudouin é a aposta da CDU para a Presidência da Assembleia Municipal de Cascais. Militante comunista desde 1975, tem um percurso profissional de 34 anos de ligação ao ensino particular e público como Educadora de Infância e professora do Ensino Especial. Foi eleita pelos seus pares para integrar o Conselho Municipal de Educação e como dirigente do Sindicato dos Professores da Grande Lisboa, integrou a direcção do Sindicato durante vários mandatos. Pertenceu aos Movimentos da Escola Moderna e dos Educadores pela Arte e como membro do MDM – Movimento Democrático de Mulheres, fez parte da Comissão Dinamizadora das Celebrações do Ano Internacional da Criança. É sócia da Associação de Amizade Portugal/Cuba, da Sociedade Recreativa e Operária de Santarém e membro da Associação Conquistas da Revolução. Entre 1981 e 85 fez parte da Comissão Unitária de Trabalhadores da Covina.

 

24 de Maio de 2021

CDU visita Murches e constata falta de passeios

murchesUma delegação da CDU esteve no passado sábado em visita a Murches, na freguesia de Alcabideche para contactar com a população e verificar a evolução dos problemas que afectam os moradores daquela localidade. Na visita esteve presente a eleita do PCP na Junta de Freguesia de Alcabideche, Telma Santos, que pôde constatar que pouco ou nada tem sido feito para alterar uma situação que se arrasta há demasiado tempo.

 

Os moradores de Murches parecem não ter direito a simples passeios que garantam a sua mobilidade em segurança. A grande maioria das ruas tem os seus passeios em terra, mas também as há sem qualquer passeio ou protecção, como acontece na rua Prof. Lima Basto onde na berma há uma valeta totalmente desprotegida. Nem mesmo junto aos contentores de colecta selectiva de lixo (ecopontos) da estrada principal houve a preocupação em garantir a segurança dos seus utilizadores.

Continuar...