População local contra localização de Corredor ciclável

lxcml.jpgA CDU tomou a iniciativa na Assembleia de Freguesia de Alvalade deapontar a realização de um abaixo-assinado contra a passagem docorredor ciclável que a Câmara Municipal de Lisboa pretende queatravesse a Rua de Entrecampos. Redigido e implementado pela CDU, o documento reuniu mais de 200 assinaturas de comerciantes e moradores. Esta iniciativa foi sugerida pelos justíssimos protestos de alguns moradores indignados com o percurso anunciado. A CDU é a favor das pistas cicláveis, mas estas não podem ser feitas sem ter em conta todas as necessidades dos moradores.
 
População local contra localização
Corredor ciclável projectado sem ouvir moradores

A CDU tomou a iniciativa na Assembleia de Freguesia de Alvalade de apontar a realização de um abaixo-assinado contra a passagem do corredor ciclável que a Câmara Municipal de Lisboa pretende que atravesse a Rua de Entrecampos.

Redigido e implementado pela CDU, o documento reuniu mais de 200 assinaturas de comerciantes e moradores.

Esta iniciativa foi sugerida pelos justíssimos protestos de alguns moradores indignados com o percurso anunciado.
 
A CDU é inteiramente a favor da existência de pistas cicláveis e do uso da bicicleta na Cidade de Lisboa, não só porque se trata de um exercício físico saudável como também a sua vulgarização contribuirá bastante para minorar problemas de trânsito e diminuir os níveis de poluição da cidade.
 
Contudo, a CDU entende que a escolha feita pela Câmara Municipal no que diz respeito à implementação da via ciclável na Rua de Entrecampos é profundamente errada porque não teve em linha de conta a estreiteza da rua, a dificuldade de estacionamento automóvel já existente e que será agravada, bem como a passagem da pista muito perto das entradas e saídas dos prédios de habitação e das casas de comércio com evidente risco para a integridade física dos transeuntes.
 
Estes protestos são subscritos pelas pessoas que residem não só na Rua de Entrecampos mas também em várias ruas do Bº de S.Miguel que a utilizam diariamente e cujo parquemento está abrangido pela zona 36 da EMEL.
 
A CDU saúda todos os signatários deste protesto, porque deram um magnífico exemplo de como a cidadania pode e deve ser exercida em defesa da sua qualidade de vida e da freguesia de Alvalade.
 
O referido abaixo-assinado foi ontem entregue pelo eleito da CDU na Freguesia de Alvalade ao Gabinete do Presidente da Câmara e ao Gabinete do Vereador Sá Fernandes. Foram entregues cópias ao Presidente da Junta de Freguesia de Alvalade e à Presidente da Assembleia Municipal de Lisboa.
 
Na Assembleia de Freguesia de Alvalade de 23 de Abril de 2009 foi apresentada, em nome da CDU, uma Moção com o mesmo texto do Abaixo-Assinado e que foi aprovada por unanimidade.

Está também a decorrer um outro abaixo-assinado promovido pela CDU de Alvalade para os moradores e frequentadores da Av. Frei Miguel Contreiras onde a C.M. de Lisboa quer também implementar um corredor ciclável com consequências negativas para a população e do mesmo teor das que criticamos para a Rua de Entrecampos.

Finalmente, a CDU manifesta o seu protesto e o dos moradores da Freguesia de Alvalade pelo facto de as pessoas idosas, incapacitadas ou em cadeiras de rodas não terem meios de passar para o outro lado da Rua de Entrecampos na direcção do Campo Pequeno por não existir no viaduto pedonal existente qualquer elevador em funcionamento o que cerceia qualquer veleidade de se deslocarem de um lado para o outro e vice-versa.

Lisboa, 7 de Maio de 2009