Encerramento do parque de estacionamento do Patriarcado é inaceitável!

Devido à inacção da Câmara Municipal e do Vereador do Trânsito, o parque de estacionamento situado no Patriarcado deixou de servir os moradores da Freguesia. As promessas feitas pela CML e pela EMEL, sobre a construção de outros silos e parques de estacionamento, nomeadamente no Jardim do Tabaco e no Mercado do Chão do Loureiro, para compensar o facto do parque do Patriarcado ser provisório, aquando do condicionamento do trânsito na Freguesia, nunca foram cumpridas e sofrem agora novo revés.
CÂMARA MUNICIPAL NÃO CUMPRE OS COMPROMISSOS
E PREJUDICA OS MORADORES

- Encerramento do parque de estacionamento do Patriarcado é inaceitável! –

Devido à inacção da Câmara Municipal e do Vereador do Trânsito, o parque de estacionamento situado no Patriarcado deixou de servir os moradores da Freguesia. As promessas feitas pela CML e pela EMEL, sobre a construção de outros silos e parques de estacionamento, nomeadamente no Jardim do Tabaco e no Mercado do Chão do Loureiro, para compensar o facto do parque do Patriarcado ser provisório, aquando do condicionamento do trânsito na Freguesia, nunca foram cumpridas e sofrem agora novo revés.

A verdade é que o silo de estacionamento no Largo das Portas do Sol não constitui alternativa devido aos preços elevados que pratica, que fazem quase triplicar o encargo para quem precisa estacionar; e mesmo o estacionamento do Jardim do tabaco vai encerrar por causa das obras do Porto de Lisboa, deixando os moradores sem alternativas.

Ao mesmo tempo, continua a não haver qualquer espécie de fiscalização dentro da zona condicionada e o próprio regulamento de acesso não é cumprido, agravando o estacionamento selvagem, com graves prejuízos para quem aqui reside ou nos visita.

O PS na Câmara Municipal, apesar das muitas promessas, nada fez para resolver o problema!

Os eleitos da CDU na Freguesia, Câmara e Assembleia Municipal, estão ao lado da população para obrigar a CML a cumprir os seus compromissos e a resolver esta situação.