Carris contra a privatização: greve com adesão superior a 90% e trabalhadores em Marcha para São Bento

carris20150514Os trabalhadores da Carris estão hoje a realizar uma grande jornada de luta contra a destruição da sua empresa e contra a projectada privatização dos pedaços mais apetecidos pelo capital. A greve de 24 horas está a registar uma adesão superior a 90% com a circulação praticamente reduzida aos serviços mínimos. A partir da Estação de Santo Amaro (foto) realiza-se neste momento uma Marcha para a Assembleia da República onde os trabalhadores querem entregar a sua análise/denúncia do Caderno de Encargos da privatização.

PCP confronta governo com dupla postura face à CarrisBus

mini-carrisbus 2015O Caderno de Encargos para a subconcessão da Carris expõe uma realidade que os trabalhadores e o PCP vêm denunciando há anos: que a CarrisBus foi criada com o único objectivo de retirar os trabalhadores da contratação colectiva e de dividir os trabalhadores da Carris. O PCP, ao mesmo tempo que exige a travagem do processo de subconcessão, aponta para a necessidade de reintegrar imediatamente os trabalhadores da CarrisBus na Carris aplicando-lhes a contratação colectiva.

Ler Requerimento em PDF

Editada critica demolidora à PPP sobre a Carris

dossier2015carris analiseCEIntegrado na Campanha «Não fique sem Carris». a FECTRANS e a CGTP-IN editaram ontem um Dossier de análise ao Caderno de Encargos para a subconcessão da Carris, que aqui divulgamos pela importância da informação ai contida. Nesse dossier é alertado para o conjunto de medidas de destruição da empresa que estão a ser tomadas a par do processo de concessão, são demonstradas as diversas facetas do autêntico esbulho do Orçamento de Estado que é qualquer PPP e ilustradas as diversas situações onde utentes e trabalhadores seriam chamados a pagar os lucros do capitalista privado.

Ler Dossier em PDF

Grande Greve na Carris contra a privatização e em defesa do transporte público

piquetecarris20150410Os trabalhadores da Carris estão hoje a realizar uma grande jornada de luta contra a privatização da Carris e contra a reestruturação em curso da empresa - que pretende retirar os eléctricos, elevadores e ascensores do serviço público e vendê-los conjuntamente com a CarrisTur para exclusiva exploração turistica. A adesão, superior a 80%, e o facto de todas as ORT's terem acabado por confluir na realização desta jornada de luta, são factores que o PCP valoriza, pois só a unidade e luta dos trabalhadores, e a crescente convergência das suas lutas, derrotará esta privatização e a política que a patrocina.

Falta de condições de segurança provoca acidente mortal na CarrisBus

carrisbusacidenteA falta de condições de segurança vom que algumas tarefas são realizadas mas oficinas da CarrisBus levou à morte de um trabalhador de uma empresa subcontratada para aí operar. O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre a tomada de medidas face às trágicas consequências deste acidente e sobre a superação pela empresa dessas falhas de segurança.

Ler Requerimento em PDF

CarrisBus: Pelo direito à contratação colectiva, contra a exploração

20150218carrisbusOs trabalhadores da CarrisBus realizaram dia 18 um importante plenário no Largo Camões (foto), no quadro da longa luta que vêm travando pelo direito à contratação colectiva e contra a exploração nesta empresa criada pela Carris para conseguir incrementar a exploração nas oficinas da empresa. No plenário aprovaram novas formas de luta. O PCP saúda a unidade e a luta dos trabalhadores da CarrisBus, e reafirma a sua confiança que mais cedo que tarde conseguirão a satisfação das suas justas reivindicações.

Contra a repressão, a coragem de resistir!

mini-carris-lbLuísa Bota, activista sindical e membro da Comissão de Trabalhadores à data do despedimento, viu o Tribunal dar-lhe razão e ordenar a sua imediata reintegração na Carris, depois de ter considerado ilícito o seu despedimento da Carris. O PCP considerou desde o ínicio este despedimento como um processo político desenhado para tentar reprimir uma trabalhadora que sempre se destacou na defesa dos direitos dos trabalhadores da Carris. O PCP sempre exigiu a imediata reintegração da Luísa Bota e saúda mais esta vitória na luta pela liberdade sindical na Carris.

Na Carris, os trabalhadores têm cada vez mais razões para votar CDU

eleiccoes carrisO documento em distribuição na Carris, de apelo ao voto na CDU, recorda que nas diversas lutas - contra o código de trabalho, contra os roubos dos PEC's e dos Orçamentos de Estado, contra a privatização da empresa - foram sempre os deputados da CDU quem, em Bruxelas e em Lisboa, estiveram do lado dos trabalhadores da Carris, e que agora que há eleições, é preciso estar do lado de quem está ao nosso lado, votando CDU!

Ler Comunicado em PDF

Enorme Adesão à Greve na CarrisBus

logo carrisbus 1297271743Os trabalhadores da CarrisBus iniciaram, com uma enorme adesão, esta segunda-feira uma greve de duas horas ao final do turno de cada dia. Uma greve que vai durar até 6ª Feira, e exige da Administração o reconhecimento do direito destes trabalhadores à contratação colectiva, e a satisfação de justas reivindicações há muito ignoradas pela Empresa.

CarrisBus: Face à recusa patronal, trabalhadores avançam para a luta pelo AE!

PlenarioCarrisBUSOs trabalhadores da CarrisBus reuniram em plenário este dia 25, nas oficinas da Pontinha, e aprovaram a sua proposta de Acordo de Empresa e decidiram das formas de luta (greve de 2 horas diárias durante a semana de 10 a 15 de Março) para alcançarem as suas justas reivindicações face a um patronato que tem sistematicamente recusado a negociação colectiva. O PCP, activamente solidário com a luta dos trabalhadores da CarrisBus saúda a sua unidade e luta.

PPP na Carris: gastar enquanto é público para poupar aos futuros donos!

pppcarrisA Administração da Carris está a chamar os pré-reformados para proceder ao seu despedimento. O objectivo é evidente: pagar indemnizações agora, enquanto a empresa é pública e os complementos estão ameaçados, para que os privados não herdem este encargo. Ou seja, prossegue a falta de vergonha e o desrespeito pelos trabalhadores e pelos dinheiros públicos.

Ler Requerimento em PDF

Reformados da Carris decidem intensificar a luta contra o roubo das reformas e dos complementos

carris refOs Reformados da Carris, convocados pela InterReformados CGTP-IN e pelo STRUP, realizaram hoje um plenário (foto) na Estação de Santo Amaro onde decidiram intensificar a luta contra os roubos em curso às suas reformas e aos complementos de reforma, decidindo participar na acção de luta de 1 de Fevereiro da CGTP-IN, e promovendo um grande plenário para dia 7 de Fevereiro às 14h30 no Camões. O PCP, solidário com a luta destes reformados, sublinha que a luta é determinante para parar estes roubos e derrotar este governo.

Trabalhadores da Carris lutam: em defesa da contratação colectiva contra o roubo nos salários!

carrisgreveA luta dos trabalhadores da Carris em defesa da Contratação Colectiva, contra os roubos no OE2014 e no DL 133/13 conhece esta semana uma nova jornada: A greve parcial que os trabalhadores começaram este domingo a realizar está a registar elevados níveis de adesão. A Célula do PCP saúda a justa luta dos trabalhadores da Carris, e exige do Governo o respeito pela contratação colectiva na empresa.

Trabalhadores da Carris em Plenário decidem: Contra o Roubo e em defesa das Empresas, avançar para a luta e para a greve!

mini-carris plenario 7novOs trabalhadores da Carris, com uma adesão à greve de 95%, e num plenário que reuniu largas centenas de trabalhadores, decidiram intensificar a luta contra os roubos no Orçamento de Estado e do DL 133/2013, e mandataram os sindicatos para concertarem diversas formas de luta, incluindo a greve. A Célula do PCP na Carris saúda a luta dos trabalhadores da Carris e as decisões tomadas pelo plenário, e apela à Assembleia da República para que rejeite a proposta de OE2014 e revogue o DL 133/13.

Importantes vitórias em Tribunal contra a Repressão na Carris

carrisvitOs trabalhadores da Carris obtiveram duas importantes vitórias em Tribunal, com as decisões que mandam reintegrar na Empresa o Passinhas Pólvora, despedido por não poder usar gravata (!), e o Jorge Gomes, despedido por recusar obedecer a ordem ilegítima e por ter o botão da camisa desapertado (!!). Em ambos os casos, tratava-se de processos destinados à repressão sindical e à intimidação dos trabalhadores da Carris. O grupo parlamentar do PCP, que sobre ambos os casos realizou diversas intervenções ao longo do processo, confrontou uma vez mais o Governo com as suas responsabilidades por esta situação.

Ler Requerimento em PDF