Intervenção de Ana Maria Alves, candidata da CDU à Presidência da Assembleia Municipal de Sintra


ana maria alvesCaros amigos e camaradas
Em primeiro lugar uma saudação muito especial aos munícipes que apoiam a candidatura deste coletivo da CDU aos órgãos municipais do Concelho de Sintra, ao Partido Ecologista Os Verdes, à Associação Intervenção Democrática e a muitos independentes de diversas sensibilidades.


Ana Maria Alves é o meu nome e sou candidata à Presidência da Assembleia Municipal de Sintra. Sou Professora do 1.º Ciclo do Ensino Básico, exerci funções docentes no Concelho de Sintra, em várias localidades, desde os anos 80, ultimamente no Agrupamento Visconde de Juromenha, na freguesia de Algueirão- Mem Martins. Fiz parte de vários órgãos de direção e assumi vários cargos pedagógicos. Atualmente exerço funções na Direção Geral de Educação, como professora requisitada.


Recebi, sentindo-me muito honrada, o convite que os meus camaradas me fizeram para fazer parte deste coletivo da CDU como Candidata à Assembleia Municipal; um coletivo de homens e mulheres deste Concelho que têm provas dadas, que sempre trabalharam em estreita ligação com a comunidade do concelho, que reconhecem e identificam os problemas de cada freguesia, que andam na rua e discutem soluções e que pretendem dar resposta a muitos desafios que são colocados a todos os que aqui vivem e àqueles que aqui chegam para trabalhar.
Esta é a riqueza da CDU; a de reivindicar, propor soluções e trabalhar para alcançar melhorias registadas na vida dos munícipes.


Nestes tempos difíceis que vivemos, marcados por uma crise pandémica que agravou e expôs muitos problemas e fragilidades sociais, é urgente que nos unamos, possamos convergir e encontrar respostas em torno deste projeto da CDU para Sintra.
A nossa intervenção na Assembleia Municipal guiar-se-á pelas medidas consistentes e compromissos assumidos no programa da CDU, para o Concelho.


Não somos super-homens ou super-mulheres, mas vamos estar na assembleia municipal defendendo, com a firme convicção, políticas concretas, lutas e o interesse de medidas, que em cada uma das freguesias do concelho, venham a ter um impacto positivo na vida de todos quantos ali vivem e trabalham.
Pugnamos por uma Sintra com uma gestão democrática do município
Desde sempre, a CDU tem marcada a diferença ao assumir uma postura de cultura de auscultação e defesa das necessidades e interesses das populações, dos moradores e das organizações do movimento e das estruturas associativas e sociais existentes.


A CDU defende para a autarquia de Sintra uma administração democrática assente em serviços públicos, disponíveis para acolher os cidadãos.
Uma administração que aumente a participação da população nas reuniões públicas da Câmara Municipal e da Assembleia Municipal, nomeadamente através da realização de reuniões descentralizadas e amplamente divulgadas. As reuniões destes órgãos não podem ficar restringidas aos palácios do município, nem ignorar os horários de trabalho das populações.


Pugnamos por uma Sintra voltada para as pessoas que promova a saúde e bem-estar.
A CDU afirma-se como porta-voz das reivindicações da população junto das outras esferas do poder público. Continuaremos a reivindicar:
- O hospital público no concelho de Sintra;
- Creches e jardins de infância em falta;
-O reforço dos recursos materiais, humanos e financeiros de forma a complementar uma resposta solidária aos problemas sociais, em parceria com as entidades públicas e as instituições de solidariedade social do concelho;
- A criação e abertura à população de equipamentos lúdicos e desportivos, é uma gritante falta destes em todo o nosso concelho;
- A criação de condições e a dinamização de actividades ao ar livre e exploração na natureza, abertas à população de todas as idades, dos mais jovens aos seniores;
- O alargamento da fruição do património material e imaterial à população em geral, em vez de o reservar a uma elite ou a visitantes ocasionais, valorizando a identidade do concelho e promovendo também a actividade turística local.


No nosso Concelho habitam um grande número de residentes de nacionalidade estrangeira, deve o município acompanhá-los, apoiando-os na procura de respostas adequadas às suas necessidades. O município deve estabelecer pontes, facilitando a sua integração na sociedade de acolhimento, auxiliando-os nas questões legais e desbloqueando o acesso aos serviços públicos e à protecção social, aos percursos escolares dos descendentes e à sua inserção profissional, em igualdade com os trabalhadores portugueses.


Defendemos uma Sintra aberta ao mundo e inclusiva que combata as exclusões e todas as discriminações. A violência de género, os direitos das mulheres, a discriminação de deficientes e de grupos étnicos, a intolerância religiosa são preocupações constantes na nossa ação.


Pugnamos por uma Sintra com desenvolvimento e emprego e uma vida económica diversificada
Defendemos quem vive do seu trabalho e por isso a CDU apoiará atividades económicas geradoras de emprego qualificado assim como a instalação de actividades emergentes, criação de pólos de desenvolvimento tecnológico sem ignorar sectores tradicionais e tendo em conta aspectos como a qualidade do emprego.


As atividades agrícolas em Sintra fazem parte da nossa identidade. A dinamização de políticas de apoio à agricultura nas zonas rurais que visem a valorização da produção sustentável e tradicional e o apoio ao escoamento dos produtos dos pequenos produtores, é retomar uma marca de qualidade dos produtos de Sintra.


Identidade inconfundível do nosso concelho é o seu património histórico e cultural, defendemos uma prática sustentável da atividade turística compatibilizando-a de forma harmoniosa com outras funções da vida.
Estas são algumas linhas do projeto CDU e dos nossos compromissos, espera-nos um desafio enorme e uma luta intensa, que mobiliza a nossa força, a nossa vontade e o nosso trabalho.
Estaremos onde for preciso!
Somos uma equipa autárquica assente na coerência das ações e determinação que só o Trabalho, Confiança e Honestidade podem dar!
Viva a CDU!