O teu posto de trabalho é permanente?

efectivamenteprecarioEstá a ser distribuída aos trabalhadores de um conjunto de Centros de Contacto um comunicado onde se alerta para a precariedade que grassa no sector, e que inclui muitos trabalhadores que têm contratos efectivos mas com empresas de trabalho temporário. A desorganização e exploração dos trabalhadores é o objectivo destas políticas que só poderão ser derrotadas por a crescente unidade e luta dos próprios trabalhadores.

Ler Comunicado em PDF

Altice deixa pré-reformados sem salário perante a passividade do Estado Português

ptreformados201810A Altice, violando compromissos assumidos com estes trabalhadores, deixou de pagar salários a umas largas centenas de pré-reformados, que estão, em muitos casos, há 9 meses sem qualquer rendimento enquanto aguardam que o Estado Português actue, atribuindo-lhes a reforma ou impondo à multinacional o respeito pelos compromissos assumidos. O PCP apela à luta destes trabalhadores, único mecanismo capaz de obrigar este governo a actuar contra os interesses de uma multinacional.

Ler Comunicado em PDF

PCP sobre o concurso de distribuição de Electricidade em BT

082018bol electricidadeA Célula do PCP no Sector da Electricidade/Lisboa está a distribuir aos trabalhadores o Boletim de Agosto, onde o maior destaque vai para um conjunto de alertas aos trabalhadores sobre o processo - em curso - de liberalização da distribuição em BT. Alertas que que começam com a importância de reverter o processo até à reconstrução de uma empresa pública, una e nacional, e depois se detalham no processo em curso, e na necessidade de nele intervir para aumentar as garantias para os trabalhadores.

Ler Boletim em PDF

Célula da GALP distribui comunicado aos trabalhadores

galp julho2018A Célula de Lisboa do PCP no Grupo Galp está a distribuir aos trabalhadores um comunicado sobre a situação na empresa, onde se destacam três questões: o continuo aumentar dos lucros dos capitalistas; a progressiva perda de rendimentos e direitos dos trabalhadores; a submissão do poder política ao grande capital. E onde se aponta para uma questão central: a absoluta necessidade de fazer crescer a luta e a organização dos trabalhadores.

Ler Comunicado em PDF

PCP pelo direito à contratação colectiva nas Águas de Portugal

req ccpt1O Grupo Parlamentar do PCP questionou o Governo sobre o direito à contratação coletiva no Grupo Águas de Portugal, sobre a correspondente uniformização de direitos (obviamente por cima e não por baixo), e a atualização dos salários na empresa, que constituem justas reivindicações dos trabalhadores das empresas que integram o Grupo Águas de Portugal.

Ler Requerimento em PDF

Desrespeito do Direito à greve nos Call Center da PT/Altice

req ccptFace ao facto de nos Call Centers da PT/Altice estar a ser exigido aos trabalhadores que, em dias de greve, justificassem o motivo pelo qual não haviam comparecido no local de trabalho, e de que quem a tal se recusasse estar a ser ameaçado com uma falta injustificada, o PCP exigiu do Governo informação sobre a acção da ACT para impedir e reprimir este comportamento ilegal da Randstad.

Ler Requerimento em PDF

PCP com os trabalhadores do Call Center da EDP

20180703 callcenter edp

O PCP realizou uma acção de contacto com os trabalhadores do Contact Center da EDP no Oriente com o objectivo de denunciar, mais uma vez, a situação de precariedade e baixos salários em que vivem estes trabalhadores. Contratados através da Randstad para prestar serviço à EDP, empresa com mais de 1000 milhões de euros de lucros, há trabalhadores que ali estão há 15 ou 20 anos, recebendo 680 euros. Recorde-se que António Mexia, administrador da EDP, recebeu o ano passado 262 vezes mais que um trabalhador do CC da EDP, tendo que "trabalhar" apenas 1 dia para receber quase o mesmo que estes trabalhadores num ano inteiro. É inadmissível que estes trabalhadores não sejam da EDP e que esta não assuma qualquer responsabilidade sobre eles, sendo-lhes negados os direitos que constam do acordo de empresa. São mais de 1400 postos de trabalho são permanentes. necessários todos os dias, têm de ter um contrato de trabalho efectivo com a EDP.

PCP assume compromissos em Audição Parlamentar aos Técnicos de Instalação e Manutenção de Telecomunicações

Realizou-se na Assembleia da República uma audição sob o tema "Técnicos de Telecomunicações - Instalação e Manutenção. Trabalhadores do século XXI altamente qualificados e ao serviço do desenvolvimento tecnológico, com direitos e condições de trabalho do século XIX. Esta audição reuniu profissionais do sector e dirigentes do PCP, contando também com a participação do deputado do PCP à Assembleia da República Bruno Dias. Decidimos realizar esta audição após nos terem chegado diversas informações sobre as condições em que estes profissionais (trabalhadores ou pequenos empresários sub-empreiteiros) prestam serviço às grandes empresas de telecomunicações e como as dificuldades que passam são cada vez maiores.

 

Continuar...

PCP promove Audição dos Técnicos de Telecomunicações - Instalação e Manutenção

audicaoPCP18JunhotecntelecomunicO PCP promove no próximo dia 18 de Junho, na Assembleia da República, uma Audição aos Técnicos de Telecomunicações, tendo como mote «Trabalhadores do Século XXI altamente qualificados e ao serviço do desenvolvimento tecnológico, com direitos e condições de trabalho do século XIX». Um sector que gera enormes lucros mas assenta em trabalhadores precarizados e obrigados a falsas prestações de serviço. Uma Audição que se promove para aprofundar o conhecimento do sector, mas igualmente para encontrar caminhos de luta, proposta e reivindicação, também no quadro parlamentar.

Inscreve-te: 21 3919783 ou Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Trabalhadores da REDITUS em greve pelo pagamento de salários

20180530 reditusOs trabalhadores da REDITUS estiveram em greve, face à continuação dos salários em atraso nesta empresa prestadora de serviços. A luta, convocada por SINTTAV, CESP e SINTAF, decorreu com grande adesão. Durante a manhã, realizou-se uma concentração de trabalhadores (na foto),onde a deputada Rita Rato expressou a solidariedade activa do PCP com esta justa luta, e informou das iniciativas já tomadas pelo PCP na Assembleia da República exigindo ao governo uma intervenção concreta em defesa dos direitos dos trabalhadores.