PCP continua a luta contra a liberalização e a exploração no Táxi

quadradotaxi17Começou hoje na Assembleia da República o debate da Proposta do Governo de liberalização do sector. Uma proposta que apresentando-se como de regulamentação das plataformas electrónicas, é de facto um ataque brutal ao sector do táxi, legalizando uma actividade, hoje ilegal, que actua em concorrência desleal e que tem como objectivo assumido a eliminação do sector do táxi, o aumento da exploração e a colocação de toda esta actividade económica sobre a dependência de uma multinacional e dos capitalistas que a financiam (goldman sachs, fundo soberano da arábia saudita e afins). O PCP criticou o governo por alinhar, mais uma vez, com as multinacionais contra o sector, anunciou a sua oposição a esta iniciativa (razão porque não apresentou qualquer projecto-lei) e sublinhou que as propostas de alteração que apresentou à proposta do Governo se destinam a eliminar dela os elementos que são um ataque ao sector do táxi.

Ler Propostas de Alteração do PCP

Ler Intervenção do PCP