1º de Dezembro: Um dia de trabalho à borla... para os patrões

1º de Dezembro, dia da Restauração da Independência de Portugal (em 1640). Provando a sua natureza de classe, quis o Governo PSD/CDS-PP que este dia de feriado fosse roubado aos trabalhadores. Um dia de trabalho à borla... para os patrões. A CGTP-IN assinalou o dia com um documento, para ler aqui

Trabalhadores comunistas nas Estruturas Sindicais: É tempo de continuar a lutar!

Na edição de Novembro do seu Boletim Informativo, a Organização dos Trabalhadores em Estruturas Sindicais da ORL do PCP dá particular destaque à acção de luta promovida pela CGTP-IN na próxima quinta-feira, o "Dia Nacional de Indignação, Acção e Luta". Tempo ainda para reflectir sobre as gravíssimas consequências para os trabalhadores e para o povo que a aprovação da proposta de Orçamento de Estado para 2015 irá consistir e para abordar vários outros temas, desde a re-eleição de Evo Morales na Bolívia à escalada fascista na Ucrânia. Ler documento AQUI

Trabalhadores em luta contra extinção dos Estabelecimentos Fabris do Exército

No passado dia 30 de Outubro, os trabalhadores dos Estabelecimentos Fabris do Exército e o seu sindicato STEFFAs realizaram uma concentração junto ao Ministério da Defesa contra a intenção do Governo PSD/CDS-PP de extinguir os Estabelecimentos Fabris do Exército. Um crime contra um sector público estratégico para a soberania nacional que conduzirá ao despedimento de centenas de trabalhadores. Na iniciativa participou ainda Arménio Carlos, Secretário-geral da CGTP-IN. Os trabalhadores deslocaram-se de seguida até à Presidência da República Portuguesa onde exigiram a suspensão e revisão imediata do processo de extinção dos EFE em curso, a continuidade de todos os postos de trabalho e a imediata resposta às reclamações individuais que submeteram. 

Boletim Informativo dos Trabalhadores em Estruturas Sindicais

Na edição de Julho do Boletim Informativo da Organização de Trabalhadores em Estruturas Sindicais (TES) é destacada a edição deste ano da Festa do Avante! e a memória de Vasco Gonçalves, 9 anos após o seu desaparecimento. Tempo ainda para um balanço aos resultados na CDU nas eleições europeias e para ganhar forças para a derrota do Governo PSD/CDS-PP e a construção de uma alternativa patriótica e de esquerda. O Boletim apresenta ainda uma análise da situação no Médio Oriente. Ver boletim em PDF

Dirigentes, delegados e activistas sindicais em luta contra os bloqueios à contratação colectiva e pelo aumento dos salários

No âmbito da Semana de Luta promovida pela CGTP-IN, a União dos Sindicatos de Lisboa realizou ontem uma concentração na Rua 1º de Dezembro e deslocação para o Largo de Camões (Ministério da Economia). Em nota divulgada no seu sítio da Internet "Esta semana de acções, que hoje termina, foi centrada nos locais de trabalho, contra os bloqueios à contratação colectiva e pelo aumento dos salários e aplicação do aumento do salário mínimo nacional para os 515€, a partir de 1 de Junho. Assinalou-se também o 40º aniversário da implementação do Salário Mínimo Nacional que, na altura, abrangeu cerca de 50% dos trabalhadores por conta de outrem. Mais do que falarmos desta conquista histórica de forma nostálgica ou termos uma atitude expectante, importa redobrar esforços para afirmar nos locais de trabalho uma forte dinâmica pelo aumento dos salários e a defesa dos direitos de contratação colectiva."

Organização dos Trabalhadores em Estruturas Sindicais: CDU, com toda a confiança

A Organização de Trabalhadores Comunistas em Estruturas Sindicais da ORL do PCP editou o número de Maio/Junho do seu Boletim Informativo, onde apela ao voto na CDU nas Eleições Europeias, apresenta o plano de acção aprovado na 12º Assembleia da Organização, bem como a composição do Organismo de Direcção eleito, assinala os 40 anos do 25 de Abril e do 1º de Maio e apela à participação de todos na construção da Festa do Avante!. Ler documento em PDF aqui

Trabalhadores em estruturas sindicais: EU APOIO A CDU!

"Somos trabalhadores em estruturas sindicais e outras ligadas ao movimento, conhecemos de perto os graves problemas que hoje vivemos os trabalhadores e o povo português, em consequência do rumo de declínio e de desastre que, a não ser invertido, comprometerá o futuro do país enquanto nação soberano e independente." Inicia assim o apelo de mais de 200 trabalhadores de estruturas sindicais da região de Lisboa que apelam ao voto na CDU no próximo domingo. Um forte apoio de quem defende no dia a dia os direitos de quem trabalha e reconhece na CDU a força política que corresponde à luta por uma vida melhor. Ler documento em PDF

Sexta-feira, 15h00 no Largo do Carmo: Manifestação Nacional da Juventude Trabalhadora

A Interjovem / CGTP-IN apela à luta da juventude trabalhadora em defesa dos seus direitos e, em especial, à sua participação na manifestação nacional de jovens trabalhadores do próximo dia 28 de Março. A Interjovem recorda que no "dia 28 de Março de 1947, juntaram-se centenas de jovens num acampamento organizado pelo Movimento de Unidade Democrática Juvenil (MUD Juvenil) em Bela Mandil, no Algarve. Nesse dia, tal como já tinha acontecido noutras vezes, e a outros anti-fascistas, foram reprimidos de forma violenta pela PIDE. Foi a luta destes jovens e de todo o povo do nosso país que levou, após anos de resistência, à Revolução de Abril e às conquistas que ela nos trouxe. Este dia passou a ser comemorado em Portugal por estar associado à luta da juventude, mesmo nas piores condições de repressão, por uma vida melhor dentro do nosso país." Hoje, como ontem, é hora de unir esforços para derrotar as políticas de direita. Temos o direito de viver e trabalhar com direitos no nosso país. Sexta-feira, todos ao Largo do Carmo. Governo Rua! Ler manifesto aqui

Interjovem denuncia precariedade no distrito de Lisboa

A Interjovem/CGTP – Lisboa entregou esta manhã, pelas 10h30, um dossier sobre a precariedade da região de Lisboa ao Ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social para denunciar o aumento da precariedade e de como esta afecta os jovens trabalhadores. A União de Sindicatos de Lisboa/CGTP-IN na nota informativa disponibilizada hoje refere que "Por trás dos números da precariedade estão pessoas: jovens envolvidos numa teia de situações involuntárias de precariedade e de insegurança que minam o seu presente e a sua capacidade de construir e perspectivar o seu futuro. " Ler dossier aqui

Estafeta pela igualdade no Dia Internacional da Mulher

A União de Sindicatos de Lisboa da CGTP-IN comemorou o Dia Internacional da Mulher com a realização de uma estafeta pela igualdade que percorreu, na tarde do passado sábado, as ruas de Lisboa entre o Príncipe Real e o Largo de Camões. Uma iniciativa de luta, assinalando a história de conquistas e luta pelos Direitos das Mulheres Trabalhadoras, exigindo a igualdade salarial e reivindicando o aumento dos salários, emprego com direitos e sem precariedade, combate ao assédio moral e sexual, combate à tortura psicológica e defendendo a maternidade e a paternidade como valores sociais eminentes.