Trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo lutam pelo direito ao trabalho e pela economia nacional

 

Os trabalhadores dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo deslocaram-se ontem, dia 18 de Dezembro, a Lisboa para realizar uma manifestação que terminou na residência oficial do Primeiro Ministro, denuncinado o criminoso processo de privatização e venda ao desbarato dos estaleiros, em defesa dos postos de trabalho e da indústria naval portuguesa. Durante o percurso, na Praça da Figueira, encontraram-se ainda com dirigentes, delegados e activistas sindicais de vários sectores de actividade do distrito de Lisboa que demonstraram assim, a sua solidariedade. Uma delegação do PCP contactou com os trabalhadores e Jerónimo de Sousa afirmou no local que este crime contra o aparelho produtivo conta com a oposição firme dos trabalhadores e da população.