Programação do Café Concerto de Lisboa na Festa do Avante! 2014

O Café Concerto de Lisboa é um dos espaços político-culturais de maior tradição na Festa do Avante! A sua história não pode ser resumida em poucas linhas. Pelo seu palco já passou música clássica, barroca e contemporânea. Já passou jazz, blues, rock, reggae, fado, folk, tango, flamenco, música popular e folclórica portuguesa e forró. Já passou música da Grécia, de Cabo Verde, de Itália, de Espanha, dos EUA, de Chipre, da Tunísia, do Uruguai, do Brasil, da Índia. Já passou dança clássica, dança do ventre, tango, sevilhanas. Já passou teatro, declamação, ilusionismo.

Continuar...

Jornalistas em luta contra violento ataque à democracia

As organizações representativas dos jornalistas e outros trabalhadores no "Jornal de Notícias", "Diário de Notícias", "O Jogo", TSF, Global Imagens e "Notícias Magazine" realizaram no passado dia 7 de Julho uma vigília em Lisboa (e também no Porto) junto ao edifício "Diário de Notícias " na Avenida da Liberdade contra o despedimento de colectivo de 140 trabalhadores, 64 dos quais jornalistas, pretendido pelo Grupo Controlinveste, detentor destas publicações.

Continuar...

Arruinar a comunicação social é destruir a democracia

O Sector Intelectual da ORL do PCP realizou hoje uma acção de contacto com os trabalhadores da Global Notícias com a participação da deputada à Assembleia da República Carla Cruz, manifestando a sua solidariedade a todos os trabalhadores vítimas da acção de despedimento, apelando à sua mobilização e luta pela defesa dos seus postos de trabalho e exigindo "à administração do grupo que respeite os direitos das organizações representativas dos trabalhadores; reclama a adopção de políticas que combatam a concentração da propriedade dos órgãos de comunicação social; e assume o compromisso de levar por diante as iniciativas que considere necessárias para salvaguardar os postos de trabalho e os direitos dos trabalhadores. Ler Documento em PDF

 

Convívio de apoiantes no CT Vitória, alegria e confiança no apoio à CDU

Realizou-se ontem, dia 22 de Maio, um convívio de apoiantes da CDU no Salão do CT Vitória, onde participaram. dezenas de apoiantes CDU das mais diversas áreas de actividade e intervenção cultural, também com a participação e intervenção política de Jorge Pires, da Comissão Política do Comité Central do PCP. De entre os presentes, destacamos Luísa Ortigoso (actriz), Sebastião Antunes (músico), Alain Vachier (produtor de espectáculos), Nuno Marcelino (agente cultural), Luis Rainha (autor e publicitário), Domingos Lobo (escritor), Rui Galveias (dirigente do STE e músico) e Tiago Santos (músico), Pedro Penilo (artista plástico) e Rui Alves (músico) que compõe os Marfa que deram um concerto durante a iniciativa bastante aplaudido.

Continuar...

ARDEF apela aos designers para votarem CDU

ARDEF, Organização de Artistas Plásticos, Designers e Fotógrafos da ORL do PCP em documento assinala que "Com o voto na CDU, os designers portugueses dão confiança a todos aqueles que combate a política de direita: contra o desemprego, o abandono da profissão e a emigração forçada, contra a precariedade dos vínculos laborais, o trabalho não-pago, os estágios não remunerados e a desregulação dos horários de trabalho, problemas entre tantos outros que afectam a vida diária da grande maioria dos designers portugues. Ler documento em PDF

Escritores: Eu apoio a CDU!

Homens e mulheres das letras, homens e mulheres da cultura que não viram a cara à luta por um Portugal mais justo e soberano. Com toda a confiança apelam ao voto na CDU no próximo domingo porque é tempo de levar a luta até ao voto, por uma Europa dos trabalhadores e dos povos.

 

Continuar...

Artistas Plásticos, Arquitectos e Designers: Eu apoio a CDU!

 

 

Artistas Plásticos, Arquitectos e Designers declaram o seu apoio à CDU. Homens e mulheres de três sectores diferentes, onde se assiste (como acontece nas restantes áreas do trabalho intelectual) a uma progressiva precarização e segmentação em múltiplas formas de regime laboral, desde os trabalhadores assalariados, empregados em empresas e organismos do estado, trabalhadores prestadores de serviços, em regime de falso ou verdadeiro recibo verde, auto-denominados freelancers, e finalmente empresários em nome individual, simultaneamente prestadores e contratantes de serviços. Homens e mulheres que assumem a necessidade da valorização do trabalho intelectual, do respeito pela actividade artística, empenhados na construção de uma política alternativa patriótica e de esquerda que no país e na Europa defenda os trabalhadores e o povo. Siza Vieira, o mais premiado arquitecto português, vota CDU!

 

 

Continuar...

Qualidade do ensino nas Escolas Superiores em risco

A CDU-Ensino Superior/Lisboa denuncia em documento dirigido ao Sector que "O Governo PSD/CDS tem em curso uma «reforma» oculta da rede de ensino superior, em que o Ensino Superior Politécnico é transformado num sistema de formação profissional semiavançado e não superior. O Politécnico é, assim, desvalorizado, num projecto que não serve objectivos de formação e qualificação dos portugueses nem o desenvolvimento do País." Ler documento aqui

CDU, em defesa do Ensino Superior Público

A CDU-Ensino Superior de Lisboa editou um documento onde apela ao reforço da votação na CDU como elemento central para derrotar as políticas que procuram privatizar o Ensino Superior Público que "constituíram o essencial do processo de Bolonha, complementadas pelo Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior, pelo seu sub-financiamento crescente, pela revisão do Estatuto da Carreira Docente Universitária e com o desregulamento das carreiras docentes, permitindo nas instituições a promoção e favorecimento político mais conveniente aos objectivos de transformação do sistema de ensino superior português numa sucursal das economias capitalistas dominantes da UE". Ler documento aqui

RTP/RDP: Fazer frente à ofensiva contra os trabalhadores

"Com o actual governo, a ofensiva contra o serviço público de rádio e televisão aprofundou-se. Não é uma novidade que ao longo de décadas, PSD, CDS-PP e PS, se dedicaram a criar as condições para o desmantelamento da RTP/RDP. Alheios aos direitos das populações e dos trabalhadores da rádio e televisão, o governo PSD/CDS-PP pretende transformar a ambição dos grandes grupos económicos e financeiros em realidade." Confrontados com esta realidade, o apelo da CDU aos trabalhadores da RTP/RDP  é que não deixem passar "impunes aqueles que nos trouxeram a esta situação, na empresa e no país, aproveitando as eleições para o Parlamento Europeu, no dia 25 de Maio, para expressar a indignação, protesto e anseio de uma nova política para o país, a ser praticada e defendida lá como cá." Ler documento aqui

Subcategorias