José Boavida: PCP apresenta as sentidas condolências a toda a sua família

imagem geralNo falecimento de José Boavida o Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP apresenta as sentidas condolências a toda a sua família. José Boavida foi actor, encenador, professor de expressão dramática. Fez teatro, cinema e televisão, tendo assinalado em 2015 trinta anos de carreira. Iniciou-se no TIL, Teatro Infantil de Lisboa, esteve em A Barraca ou no Teatro Aberto, representou peças de autores tão relevantes como Shakespeare, Ionesco, Molière ou Ibsen.

No cinema trabalhou com João Mário Grilo, Inês de Medeiros ou Joaquim Leitão (em Até Amanhã, Camaradas). Em televisão integou os elencos de diversas produções, nomeadamente em Bem-vindos a Beirais, em exibição. Relevante também e parte integrante do seu percurso e da sua perspectiva de cultura, da sua democratização e do alargamento do seu acesso é a criação de grupos de teatro. Assim fez na Sociedade de Instrução Guillherme Cossoul, do qual foi director artístico até 2014. José Boavida foi da direcção do Sindicato dos Trabalhadores de Espectáculos (STE) entre 1997 e 2000, assumindo também aqui um relevante papel em defesa dos direitos destes trabalhadores, sem os quais não há cultura. José Boavida tinha ligação ao PCP há várias décadas, sempre demonstrando a sua disponibilidade para a luta da cultura, do progresso, dos direitos sociais, laborais e culturais. É por todos reconhecido o seu talento e as suas qualidades artísticas. É, além disso, por todos reconhecido o seu carácter, a sua alegria, a sua integridade, a sua solidariedade para com todos os seus pares. 

Direcção do Sector Intelectual da Organização Regional de Lisboa do PCP