PCP exige respostas do Governo face às graves intenções reveladas dos accionistas privados da TAP

Cumprindo o compromisso assumido com os trabalhadores do Grupo TAP, o PCP confrontou o Governo com o conteúdo do documento que David Neeleman encomendou a uma consultora americana, e onde fica patente o seu projecto de destruição da TAP. O PCP, além de questionar o Governo sobre o seu posicionamento face a cada uma das mais graves intenções reveladas pelo citado documento, exortou ainda o governo a proceder à plena reversão da privatização ilegalmente decidida pelo Governo PSD/CDS.

Ler Requerimento em PDF

Transportes Públicos: Activamente solidário com a luta de trabalhadores e utentes, PCP chama Ministro do Ambiente para respostas urgentes!

mini-cartazete22092016Face à degradação dos transportes públicos na AM Lisboa, o PCP decidiu chamar o Ministro do Ambiente à Assembleia da República para esclarecer a razão do adiamento de medidas inadiáveis. Esta acção do PCP expressa a sua activa solidariedade com a justa luta dos trabalhadores e utentes, que conhecem esta semana importantes jornadas de luta.

Ler Requerimento em PDF

Estudo encomendado por David Neeleman aponta para a destruição da TAP

capa bcgtapFoi tornado público o estudo encomendado por David Neeleman a uma consultora americana que aponta para a brutal redução da TAP, degradando a oferta, reduzindo trabalhadores, alienando sectores estratégicos do Grupo. O PCP exige que o governo tome posição face ao grave conteúdo do mesmo e reforça a reivindicação do regresso da TAP à plena posse pública. O PCP apela ainda ao reforço da unidade, vigilância e luta dos trabalhadores do Grupo TAP.

Ler Comunicado em PDF

Plenário Nacional de trabalhadores em defesa da EMEF

20160915 120405emefRealizou-se hoje um plenário nacional de trabalhadores da EMEF, que exigiu a adopção de medidas urgentes para a empresa, nomeadamente: o fim do recurso a empresas de trabalho tenporário e a prestadores de serviços e a contratação de trabalhadores para a EMEF; a integração da EMEF na CP, acabando com o inferno burocrático que hoje rege a relação entre as duas empresas, ambas essenciais à circulação ferroviária. Os trabalhadores apontaram para o desenvolvimento de lutas em Otubro.

Ler Resolução aprovada

PCP questiona Governo sobre iminente ruptura do sistema de bilhética nos transportes de Lisboa

respurgentesO Grupo Parlamentar do PCP questionou hoje o Governo sobre um novo reflexo da degradação dos transportes públicos na Área Metropolitana de Lisboa: a iminente ruptura no sistema de bilhética, depois da OTLIS, as Administrações das Empresas e os Governos terem permitido que se esgotassem os bilhetes «Lisboa Viva» para a venda automática, uma situação cuja responsabilidade profunda deve ser imputada ao Governo PSD/CDS, mas sem ilibar o actual Governo que tarda nas respostas urgentes que se exigem para evitar o colapso do sistema.

Ler Requerimento do PCP

Editado Comunicado aos Profissionais do Táxi com intervenção de Jerónimo de Sousa

capataxiEstá em distribuição um comunicado do PCP aos profissionais do táxi, onde se divulga a intervenção que o Secretário-Geral do PCP, Jerónimo de Sousa, realizou no convívio que juntou mais de 350 profissionais do sector no passado dia 31 de Agosto. Uma intervenção onde se expressa o compromisso de sempre do PCP de apoiar a luta contra a liberalização do sector, pelo exigência de que acabe a impunidade de que as multinacionais têm gozado e contra a crescente exploração e precariedade.

Ler Comunicado em PDF

PCP exige que Governo trave o despedimento colectivo na Portway

portway despcolectivoO PCP colocou hoje na Assembleia da República um requerimento ao governo sobre o despedimento colectivo de 83 trabalhadores na Portway concretizado pela multinacional VINCI (a quem a ANA foi oferecida) na passada sexta-feira. O PCP sublinha a ilegalidade deste processo e denuncia que o verdadeiro objectivo do processo foi a chantagem para impor piores condições de trabalho ao conjunto dos trabalhadores. O PCP exige que o governo trave este despedimento e coloca a necessidade de retirar à multinacional a concessão pública de que está a abusar.

Ler Requerimento em PDF

Centenas de profissionais do sector do táxi em Jantar com Jerónimo de Sousa

Ultrapassam os 350 0s profissionais do Sector do Táxi que se reuniram na Catedral (Estádio da Luz) para um jantar com Jerónimo de Sousa numa iniciativa proovida por um conjunto de profissionais do Sector. Das intervenções realizadas, destacamos o generalizado reconhecimento do papel do PCP sempre ao lado das justas reivindicações do sector, e o igualmente generalizado repúdio pelo projecto do Governo do PS de avançar com a liberalização do Sector.

Ler Intervenção do Secretário-Geral do PCP

Continuar...

PCP confronta Governo com a irresponsabilidade e a ilegalidade que pautaram a sua resposta à greve de 27 de Agosto dos APA

20160827 113054O Grupo Parlamentar do PCP, cumprindo o compromisso assumido no sábado na concentração de trabalhadores no Aeroporto de Lisboa, confrontou hoje três Ministérios com os acontecimentos de sábado: o Ministério das Infraestruturas, questionando o que vai fazer o governo para satisfazer as justas reivindicações dos APA e impedir as multinacionais (Vinci, Prossegur, Securitas) de abusarem das concessões públicas; o Ministério da Administração Interna, questionando as ordens dadas à PSP e a falta de preocupação com a segurança aeroportuária; o Ministério do Trabalho para saber que fez a ACT face às ilegalidades cometidas pelo patronato durante a greve.

Ler Requerimentos ao M. Infraestruturas, ao MAI e ao M. Trabalho

Ler Comunicado do PCP aos APA

Patrão, escuta, os APAs estão em luta!

comunicado270816apasEm comunicado aos Assistentes de Portos e Aeroportos o PCP saúda a extraordinária jornada de luta que estão a desenvolver, denuncia as ilegalidades que foram e estão a ser cometidas pelo Governo e pelas multinacionais Vinci (via ANA), Prossegur e Securitas, e exige que o Governo mude de postura e apoie as justas reivindicações destes trabalhadores, que lutam contra a exploração, por melhores salários, condições de trabalho dignas e dignificação da sua actividade profissional. O PCP compromete-se a desenvolver novas iniciativas na Assembleia da República em defesa das justas reivindicações dos Assistentes de Portos e Aeroportos.

Ler Comunicado em PDF