PCP relança campanha distrital pelo alargamento do Passe Social Intermodal

capapsocial0118No quadro da campanha distrital do PCP «Por mais e melhores transportes públicos!» hoje realizaram-se um vasto conjunto de acções de distribuição junto dos utentes dos transportes públicos sobre a reivindicação do alargamento do passe social intermodal, anunciando uma nova fase da campanha política de massas que o PCP vem desenvolvendo há mais de dois anos sobre o assunto. No comunicado, o PCP sublinha que o alargamento do passe social intermodal a todos os operadores e carreiras da Área Metropolitana, promovendo o aumento da mobilidade, é uma das questões centrais de uma política patriótica e de esquerda para os transportes públicos.

Ler Comunicado em PDF

Campanha Distrital de esclarecimento e mobilização dos trabalhadores das Rodoviárias privadas

capa liberarodPor todo o Distrito de Lisboa está a ser distribuído um comunicado do PCP sobre o processo de liberalização em curso no sector rodoviário de passageiros, que implicará profundas alterações na realidade existente, com riscos para os trabalhadores e seus direitos. Um processo que deve preocupar os trabalhadores, mas exige destes principalmente uma maior organização e intervenção.

Ler Documento em PDF

Contra a tentativa de alienar a Manutenção Portugal da TAP

req tapmanA Administração da TAP assumiu agora que pretende separar a Manutenção Portugal da TAP e privatizá-la (encontrar um parceiro, dizem). É um plano dos capitalistas que gerem a TAP que o PCP já tinha denunciado em 2016 mas estes negavam a pés juntos. Este projecto tem que ser travado, e o Governo tem que intervir na defesa do interesse nacional pois detém a maioria do capital social da TAP.

Ler Requerimento em PDF

Com a cumplicidade da ACT, multiplicam-se as violações dos direitos dos trabalhadores no Aeroporto

req actaeroFace à ausência de resposta da ACT a inúmeras queixas apresentadas pelas ORT do Aeroporto de Lisboa, o PCP exigiu ao Governo que reforce os meios de actuação da ACT e lhe exija que cumpra os objectivos que lhe estão na origem, nomeadamente os de combater a violação das leis laborais. O que hoje acontece configura uma situação de cumplicidade na prática com a violação da lei.

Ler Requerimento em PDF

Terminais Ferroviários: «Procurar Parceiro» não disfarça privatização em curso

req terminaisferrA Infraestuturas de Portugal anda à pricura de «um parceiro» para os Terminais Ferroviários de mercadorias. Este eufemismo não disfarça a realidade: continuam apostados na pulverização e privatização do sector ferroviário nacional, apesar da crescente evidência que o que se exige é a reversão desse processo que leva décadas. O PCP questionou o governo sobre este projecto anunciado e a necessidade de o travar.

Ler Proposta de Requerimento em PDF

PCP exige intervenção para repor legalidade na Portway

req portwayviolO Grupo Parlamentar do PCP exigiu do Governo explicações sobre a situação na Portway (empresa pertencente à multinacional Vinci, e que está há anos apostada na intensificação da exploração dos seus trabalhadores). A mais recente situação prende-se com a marcação de faltas injustificadas a trabalhadores que aderem a greves, numa violação frontal das leis, e para mais, feita com recurso abusivo ao nome da ACT.

Ler Requerimento em PDF

Face à ameaça da malária, a necessidade de minorar os riscos para os trabalhadores da TAP

rect malariaPorque é importante não esquecer que há pouco mais de um ano morreu um trabalhador da TAP, vítima de contágio pela malária quando se deslocou em trabalho a uma zona de risco. Porque é importante questionar sobre os resultados das comissões de inquéerito entreanto criadas. Porque  é importante prevenir. O PCP questionou o Governo sobre o resultados desses grupos de trabalho e sobre as medidas já tomadas.

Ler requerimento em PDF

Contra a privatização da EMEF, pela produção nacional, PCP confronta governo

Face ao anúncio da Administração da CP que estava a ponderar avançar para a privatização parcial da EMEF, o PCP confrontou o Governo sobre este projecto, realizado sobre falsas permissas, e exigindo a imediata integração da EMEF na CP. No requerimento, o PCP aproveitou igualmente para exigir que a aquisição de material circulante respeite as prioridades nacionais e garanta a máxima incorporação nacional.

Ler Comunicado em PDF

Governo proibe contratações mas permite falsas prestadoras de serviços no Metro! Basta!

Os contratos de prestação de serviços assinados pelo Metropolitano de Lisboa espelham a completa ilegalidade da operação, como denuncia o PCP. É que se trata de contratos de aluguer de trabalhadores temporários, disfarçados de falsa prestação de serviços. É um escândalo que isto aconteça quando o Governo continua a proibir a contratação dos trabalhadores necessários à empresa. Ao mesmo tempo que exige explicações na Assembleia da República, o PCP, através da sua célula, apela ao desenvolvimento da luta contra este tipo de medidas promotoras da exploração e da precariedade.

Ler Requerimento em PDF

Um Boletim do Aeroporto com o ponto de vista de quem nele trabalha

Bol201801aeroporto-page1Está em distribuição no Aeroporto de Lisboa um boletim das células do PCP naquele local de trabalho. Um Boletim onde se fala da denúncia do AE na TAP, da situação no handling, da luta dos APA, do problema do estacionamento, dos cartões de acesso, do refeitório, da Ryanair, etc. Sempre olhando para o Aeroporto sob o ponto de vista daqueles que lá trabalham, dos seus direitos, interesses e aspirações.

Ler Boletim em PDF