Carris e ML resistem a pagar dívida de 2011 aos seus trabalhadores

quadrad carrismlOs trabalhadores da Carris e do Metropolitano viram os tribunais dar-lhes razão sobre uma dívida de 2011 das empresas para com eles. Mas em vez de proceder ao pagamento da dívida, as empresas continuam a adiar o problema, seguindo uma litigância que alimenta gabinetes de advogados, entope tribunais e prejudica os trabalhadores. O PCP questionou o governo sobre a utilização destas tácticas nas empresas públicas, apelando ao respeito pelos direitos dos trabalhadores.

Ler requerimento em PDF

Por um Sector Ferroviário forte ao serviço do povo e do país!

20170527 rnqf 4Realizou-se no Entroncamente a Reunião Nacional de Quadros Ferroviários do PCP, com o lema «Com os Trabalhadores, um Sector Ferroviário Forte ao serviço do Povo e do País». Um Encontro onde se abordou o processo de pulverização do Sector Ferroviário Nacional pelos sucessivos Governos PS/PSD/CDS, onde se valorizou a resistência e a luta dos ferroviários, onde se sublinhou o papel do sector ferroviário no desenvolvimento do país, onde se apontaram as linhas de ruptura com a actual política indispensáveis para tal possa acontecer. Um Encontro onde se destacou a importância da organização dos ferroviários, e a necessidade de reforçar a sua mais antiga e importante organização: as células do PCP!

Ler Documento de Trabalho em PDF

CDU leva «Soluções para o Metropolitano de Lisboa» a reunião com a sua Administração

metro220517Uma delegação da CDU reuniu hoje com o Presidente da Administração do Metropolitano de Lisboa. A delegação era composta por Amável Alves, candidato a Presidente da CM Amadora, João Ferreira, candidato a Presidente da CM Lisboa, Paínho Ferreira, candidato a Presidente da CM Odivelas) e Paulo Piteira, candidato à CM Loures. O documento entregue apresenta as soluções da CDU para o Metropolitano, tendo ainda a CDU exigido um conjunto de esclarecimentos. Desta reunião será editada brevemente uma informação à população.

Ler «Soluções CDU para o Metropolitano» em PDF

Em defesa do Sector Empresarial Público!

Uma petição da FECTRANS com mais de 5000 assinaturas, entrada à cerca de um ano, pedindo a revogação do Decreto-Lei 133/13, foi agora discutida na Assembleia da República. Entretanto, fruto da luta dos trabalhadores e da acção do PCP, a norma imperativa sobre a contratação colectiva já foi revogada aquando da votação do Orçamento de Estado. O PCP apresentou uma proposta de lei para revogar outros aspectos gravosos da lei, proposta que pode ler aqui em PDF.

Expansão do Metropolitano: PCP leva auscultações à Assembleia da República

metroouvirNa Comunicação Social, PS/PSD/CDS competem na habitual guerra: ver quem mais Estações de Metro promete para disfarçar as maldades que fazem ao sistema de transportes públicos. Uma das questões que o PCP criticou no plano de expansão que o governo «anunciou» foi o facto de,ilegalmente, não ter ouvido as autarquias da região, a AML e os trabalhadores da empresa. Essas Audições vão agora decorrer na Assembleia da República por proposta do PCP.

Ler Requerimento em PDF 

PCP exige apuramento de responsabilidades das multinacionais nos incidentes no Aeroporto de Lisboa

lucrosprimeiroNa semana passada, o Aeroporto de Lisboa foi praticamente paralizado por problemas na bombagem de combustível. As explicações dadas pelas multinacionais responsáveis pelo serviço (Vinci e Petrogral) são inverosimeis, e o comportamento dos ditos reguladores foi criar comissões de inquérito para enterrar o problema. O PCP chamou a questão à Assembleia da República.

Ler Requerimento em PDF

Continua a luta na CarrisBus pela contratação colectiva e o trabalho com direitos

20170518 carrisbusplenarioRealizou-se hoje (na foto) um plenário de trabalhadores da CarrisBus, que marcou uma nova jornada de luta para o dia 5 de Junho. Os trabalhadores exigem da Câmara Municipal de Lisboa a assinatura de um Contrato Colectivo na empresa comos direitos e remunerações em vigor na Carris, e repudiam a proposta de Acordo de segunda que a CML lhes apresentou. O PCP considera lamentável que a CMLisboa resista a implementar na CarrisBus o trabalho com direitos e justas remunerações, e expressa a sua total e activa solidariedade com os trabalhadores em luta.

Metropolitano: Governo insiste em opções erradas, e no adiamento das ligações à Zona Ocidental de Lisboa e a Loures

20170508 120604O Governo anunciou hoje aquilo a que chamou «plano de expansão do metropolitano de lisboa». O Sector dos Transportes do PCP, em Nota de Imprensa, aponta para a solução errada que está a ser desenhada e para o adiamento das respostas necessárias (exclusão da Zona Ocidental de Lisboa e de Loures, não contratação de trabalhadores apesar de todas as promessas, ausência de medidas reais na manutenção apesar de todas as promessas, etc). O PCP apela aos utentes para continuarem a lutar por um serviço de público de transportes públicos não só necessário como possível no quadro de uma verdadeira ruptura com a política de direita.

Ler Nota de Imprensa em PDF

Luta dos APA: PCP questiona governo sobre a sua continuada cobertura às ilegalidades do patronato

luta apa maio17Os Assistentes de Portos e Aeroportos têm uma nova jornada de luta marcada para os próximos dia 13 a 17 de Maio, no quadro da sua justa luta por melhores condições de trabalho e remuneração. Nos anteriores processos de luta o Governo tomou partido pelo patronato, nomeadamente através de despachos ilegais que tentaram limitar o direito à greve à generalidade dos APA. O PCP confrontou o Governo sobre se vai continuar a tomar partido pelo patronato ou vai passar a cumprir a lei.

Ler Requerimento em PDF

Estatutos da Carris aprovados na CML: PS/PSD chumbam propostas do PCP!

20170505carrisO PCP está a distribuir aos trabalhadores da Carris um Comunicado onde dá conta das propostas de alteração que apresentou à proposta de Estatutos que a CM Lisboa aprovou no dia 4 de Maio. As propostas do PCP, chumbadas por PS/PSD, destinavam-se a salvaguardar direitos dos trabalhadores, a proibir futuras concessões e privatizações e a criar um Conselho Consultivo. A Célula do PCP na Carris termina o Comunicado com a reafirmação do compromisso do PCP de continuar a intervir na defesa dos interesses dos trabalhadores, mas recordando que só a organização e luta dos trabalhadores da Carris obrigará Governo e CML a atender aos seus direitos.

Ler Comunicado em PDF