PCP questiona governo sobre futuro dos trabalhadores dos navios Porto e Funchal

20170308naviosfunchalporto

O Partido Comunista Português deslocou-se hoje ao Cais da Matinha no Porto de Lisboa, tendo contactado com tripulantes dos navios Funchal e Porto, que ali se encontram desde 2015, afetados pelas graves consequências de um processo de insolvência daquele que em agosto de 2013, Pedro Passos Coelho apontou como um empresário modelo para o país. Aos trabalhadores está a ser imposta uma situação insustentável, particularmente desde dezembro de 2016, altura em que deixaram de ser pagos os salários a estes trabalhadores e deixou de ser feito o abastecimento de combustível a estes navios, degradando as condições de trabalho e de habitabilidade a bordo. O PCP já exigiu do Governo uma pronta resposta a esta situação.

Ler Requerimento em PDF

Audição Parlamentar «Prioridade à segurança e fiabilidade na operação ferroviária»

20170306 audicaoferroviariosNa Audição realizada dia 6 de Março participaram as Comissões de Trabalhadores da CP, da Medway (ex-CP Carga) e da IP, bem como um vasto conjunto de Sindicatos: FECTRANS, SNTSF, SMAQ, SFRCI, APROFER, SINAFE. Ficou patente que a segurança e fiabilidade da operação ferroviária deixou de ser há largos anos uma verdadeira prioridade para o poder político, substituída por preocupações economicistas que dão prioridade à mercantilização do transporte e à criação de condições para o aumento de lucros para o capital privado. O PCP assumiu o compromisso de avançar com iniciativas concretas nesta matéria, seja em torno do processo de alteração do RGS (Regulamento Geral de Segurança, onde pretendem levar a tripulação mínima a um trabalhador por comboio), seja combatendo a extinção do Gabinete de Investigação de Segurança e de Acidentes Ferroviários (GISAF) e a fusão da REFER com as Estradas de Portugal, seja combatendo a desertificação das estações e o desinvestimento no material circulante e na infraestrutura, seja em torno das múltiplas questões trazidas à Audição e que merecem ser tratadas.

Célula da Carris informa trabalhadores das propostas apresentadas na Apreciação Parlamentar

20170303carrisA Célula do PCP na Carris está a distribuir aos trabalhadores um comunicado sobre o conjunto de propostas de alteração que o PCP apresentou ao Decreto-Lei de Municipalização da empresa. Essas propostas, que estão agora em discussão na Comissão de Economia, resultam das preocupações que o PCP tem colocado face ao processo e incorporam opiniões e contributos de organizações de trabalhadores e de utentes.

Ler Comunicado em PDF

Começou a Apreciação Parlamentar ao Decreto-Lei de Municipalização da Carris

Começou hoje a Apreciação Parlamentar ao Decreto-Lei da Municipalização da Carris. Logo a abrir foi preciso chumbar uma iniciativa provocatória do PSD (visava provocar o caos com a cessação de vigência do Decreto). Cumprindo o compromisso assumido com os trabalhadores e utentes o PCP apresentou um conjunto de propostas de alteração ao Decreto-Lei, que a ser aprovadas, impediriam futuras privatizações, salvaguardavam a contratação colectiva, implementavam uma articulação com os restantes municípios da área metropolitana e introduziam garantias no quadro da evolução do sistema tarifário metropolitano.  As propostas do PCP irão agora ser discutidas em comissão.

Ler Proposta de Alteração ao Decreto-Lei

A propósito do Acordo Governo / Vinci para não construir o Novo Aeroporto de Lisboa

16022017aeroportoO Sector dos Transportes está a distribuir um comunicado sobre o Memorando assinado ontem entre o Governo e a multinacional Vinci. Um mau negócio para o país, que implica libertar a multinacional dos compromissos assumidos aquando da compra da ANA, e vem mais uma vez recolocar a necessidade de renacionalizar a ANA. Neste comunicado o PCP denuncia ainda a duplicidade de um Governo que, quando se tratou se travar os abusos e tropelias sucessivos da Vinci nunca quis impor-se a esta escudando-se no contrato de concessão, mas agora celebra acordos que alteram em benefício da multinacional esses contratos de concessão.

Ler Comunicado em PDF

Carris: O que é e para que serve a Apreciação Parlamentar que o PCP colocou?

carris090217O PCP iniciou hoje de madrugada a distribuição de um comunicado aos trabalhadores sobre a Apreciação Parlamentar do Decreto-Lei da Carris que, por iniciativa do PCP decorrerá no próximo dia 24 de Fevereiro. Um comunicado onde o Partido esclarece algumas das dúvidas resultantes das intoxicações e notícias falsas, mas principalmente apela aos trabalhadores da Carris para intervirem agora, aproveitando a oportunidade criada pelo PCP, para alterar o Decreto-Lei salvaguardando um conjunto de situações. O PCP informa ainda do conjunto de alterações que já decidiu apresentar ao Decreto-lei.

Ler Comunicado em PDF

PCP assume três prioridades para o sector portuário: complementariedade dos Portos, ligação ao aparelho produtivo, trabalho com direitos!

O PCP aproveitou o debate sobre o Sector Portuário para colocar três questões centrais para o futuro do sector: o fim da ideia de concorrência entre os portos nacionais e antes a aposta na sua complementariedade; o fim da centralidade das preocupações da ligação dos portos à europa, e a prioridade à ligação do aparelho produtivo nacional aos portos; o fim da política de exploração, precariedade e baixos salários, e a aposto no trabalho digno e com direitos.

PCP critica discriminação do Governo nos descontos anunciados para Lisboa

discriminadescontosA DORL do PCP emitiu hoje uma nota de imprensa a propósito da entrada em vigor dos descontos de 60% para maiores de 65 anos e da gratuitidade para os menores de 12 anos. Uma nota onde se valoriza esses descontos mas se combate a discriminação que lhe está subjacente. É que estes descontos são pagos e decididos pelo Governo mas limitados à Cidade de Lisboa e feitos coincidir com a municipalização da Carris por evidentes objectivos propagandísticos. O PCP exige que estes descontos, válidos na CP e no Metro apenas para a Cidade de Lisboa, sejam imediatamente alargados a todos os maiores de 65 anos e a todos os menores de 12 anos.

Ler a Nota de Imprensa em PDF

Comunicado do PCP aos trabalhadores da Carris

20170201carrisNum comunicado aos trabalhadores da Carris a propósito das notícias falsas postas a circular no sábado passado, o PCP reafirma a sua oposição à municipalização da Carris, sintetiza as razões porque se opõe a essa municipalização e clarifica os objectivos da apreciação parlamentar requerida: apresentar propostas de alteração a esse Decreto-Lei e não o fazer cessar a sua vigência. O PCP anuncia ainda que a apreciação parlamentar deverá ser agendada hoje e as reuniões com as ORT's e as organizações de utentes serão a 2 e 3 de Fevereiro.

Ler Comunicado em PDF

A Carris deve continuar no Sector Empresarial do Estado! PCP entrega pedido de Apreciação Parlamentar

carrismunic apO Grupo Parlamentar do PCP entregou o pedido de Apreciação Parlamentar à Municipalização da Carris, que fundamenta a oposição do PCP a este processo. Uma oposição assente em razões de fundo, reflexo de uma visão de serviço público e metropolitana das soluções para os transportes públicos. Mas uma oposição reforçada pelas ilegalidades e más opções tomadas no actual processo, de que a tentativa de fuga ao visto prévio do Tribunal de Contas, aos parecer da AMT e as regalias asseguradas aos administradores são alguns exemplos.

Ler Texto da Apreciação Parlamentar