PCP apela à unidade e luta dos trabalhadores da TAP pela justa actualização salarial!

tapsal.jpgTem a Comunicação Social destacado os principescos rendimentos dos Administradores da TAP, numa altura em que estes e o Governo, que tutela a TAP, continuam a insistir na podre tese dos necessários sacrifícios para quem trabalha. Neste Comunicado, a Célula do PCP apela à unidade e luta na empresa pela justa actualização de salários.

Ler Comunicado em PDF

78% de adesão à greve nas Lojas Francas no Aeroporto de Lisboa

A adesão de 78% dos trabalhadores das Lojas Francas no Aeroporto de Lisboa à greve de hoje merece da Célula do PCP no Aeroporto de Lisboa a mais calorosa saudação. A determinação e unidade dos trabalhadores da Empresa deveria agora merecer da Administração mais do que a continuação de uma demagogia epistolar. As LFP não podem continuar sem aumentar os trabalhadores e a fugirem à contratação colectiva. O Governo (que tutela a maioria do capital) não pode continuar a fingir que não tem nada a ver com o facto de, apesar dos lucros registados, a empresa se recusar à actualização salarial. O PCP continuará na Assembleia da República a pressionar o Governo, mas será a luta dos trabalhadores que imporá a defesa dos seus direitos.

A luta é o caminho!

Trabalhadores das LFP em luta

lfp.jpgNa segunda-feira, os trabalhadores das Lojas Francas de Portugal vão para a greve, em defesa do direito à revisão salarial e à negociação colectiva, numa empresa tutelada pelo Estado e onde, apesar dos lucros registados e previstos, também o Governo pretende intensificar a exploração.  Altura para recordar o requerimento que (há já dois meses!) o PCP colocou ao Governo sobre esta mesma questão, e expressar a nossa total solidariedade com os trabalhadores em luta.

Ler requerimento do PCP

TAP e Governo desrespeitam a lei violando os direitos dos trabalhadores

tap.jpgA arrogância do Governo e da Administração da TAP é tal que, mesmo quando objecto de condenação por entidades oficiais continuam a desrespeitar a lei e a ignorar as críticas. É o caso da violação dos direitos das trabalhadoras da TAP, que por terem estado de licença de maternidade foram ilegalmente descriminadas: a TAP já foi condenada pela própria CITE, mas não cumpre a lei e o governo (que tutela a TAP) aplaude. Deve ser por exemplos como este, que o Programa Eleitoral do PS promete "combater as descriminações que persistem na sociedade portuguesa" e o "aprofundamento das políticas de apoio à natalidade". Como diz o povo: "Bem Prega Frei Tomás! Faz o que ele diz, não faças o que ele faz!".  Sobre esta questão, o PCP voltou a confrontar o Governo na Assembleia da República, que pode ler aqui e aqui .

Contra a chantagem do Governo, PCP apela à luta na SPDH

jul2009_handling.jpgO Governo e as suas administrações estão a promover uma operação de chantagem sobre os trabalhadores do handling, particularmente os da SPDH, que se apresenta sobre múltiplas formas, mas se pode resumir à frase “A bolsa ou o Emprego!”, dizendo que para salvar os postos de trabalho é preciso aceitar sacrifícios, aceitar trabalhar mais por menos salário. As Células do PCP no Aeroporto de Lisboa apelam aos trabalhadores a resistirem não cedendo a esta chantagem.

Ler comunicado em PDF

CM Lisboa: Só a CDU esteve do lado do sector do táxi!

taxi.jpgPor decisão do PS, PSD, Helena Roseta e Sá Fernandes, O contingente de táxis em Lisboa vai aumentar. São mais 50 licenças a somar às já existentes! Esta medida, tomada a propósito da justa introdução de veículos adaptados ao transporte de pessoas com mobilidade reduzida, revela um total desconhecimento (ou desinteresse) do sector do táxi em Lisboa, onde o excesso de licenças já se está a traduzir em enormes dificuldades económicas face à redução da procura.

Ler Comunicado ao Sector do Taxi

Em defesa dos direitos dos trabalhadores da CP Carga

mini-dsc_9988.jpgUma delegação de representantes dos trabalhadores da CP-Carga, mobilizados pelo SNTSF e pela CT da CP, entregou, este 23 de Julho, no Ministério dos Transportes, um pedido de reunião para obter resposta ao documento entregue aos responsáveis da CP (sem resposta até ao momento), aprovado no passado dia 9, por dirigentes e delegados sindicais, membros da CT e Sub-CTs da área da Carga e contendo as principais reivindicações relativas ao processo de constituição da CP-Carga, SA.

Continuar...

Sector Transportes promove debate sobre "Soluções para o Sector Aéreo"

sectoraereo.jpgO Sector dos Transportes da OR Lisboa do PCP promoveu um debate "Soluções para o Sector Aéreo", integrado na preparação do Programa Eleitoral do PCP para as eleições legislativas de 27 de Setembro. Damos aqui nota de intervenções realizadas nessa iniciativa.

Ler Intervenção sobre a TAP
Ler Intervenção sobre o Handling
Ler Intervenção sobre o Controlo Aéreo
Ler Intervenção sobre A Ruptura com a política de direita e o Sector Aéreo

Concentração da Fectrans pela contratação colectiva nos transportes e telecomunicações

mini-hpim2752.jpgMais de 200 activistas sindicais dos sindicatos da FECTRANS (Federação das Comunicações e Transportes) realizaram hoje um desfile até à residência oficial do 1º Ministro, em luta pela defesa do direito à contratação colectiva. Exigiram do Governo uma alteração na sua postura de cumplicidade com estas políticas, bem expressa nos péssimos exemplos das Empresas maioritariamente detidas pelo Estado, onde os 4 anos de governação PS/Sócrates se pautaram pela prepotência e a ofensiva contra os direitos dos trabalhadores.

Continuar...

Pedreiras da Ferbritas: Prossegue a transferência para os privados do sector ferroviário nacional

pedre.jpgO Governo prosseguiu esta semana com o desmantelamento do sector ferroviário, transferindo para o capital privado as pedreiras da Ferbritas (empresa pública mal gerida por este governo). Como exemplo do brilhante negócio, fica o registo do Governo ter transferido para os privados a única pedreira de balastro granítico, com ligação ferroviária, da zona de construção do troço Caia-Poceirão da alta velocidade. O PCP apresentou um requerimento ao Governo sobre esta questão.

Ler Requerimento do PCP ao Governo