Basta de exploração na VIMECA

Vimeca_Junho08O Sector dos Transportes da ORL editou um boletim destinado aos trabalhadores da VIMECA, em que se abordam várias questões da situação dos trabalhadores da empresa e se denunciam as gravosas medidas previstas na revisão do Código do Trabalho e se apela à participação na Manifestação do próximo dia 28 de Junho.
Ler o Boletim em PDF

Comunistas contra a privatização dos Aeroportos

Os Comunistas do Aeroporto de Lisboa tomaram posição contra a intenção do Governo de avançar com a entrega dos Aeroportos Nacionais aos grupos económicos privados, e apontam que esta medida - no fundo, o proseguir e aprofundar da política de direita que está a destruir o país - não serve nem aos trabalhadores nem ao país.

Ler Comunicado em PDF 

5 Junho - 33 anos da nacionalização do Metropolitano

Faz hoje 33 anos que se realizou a nacionalização do Metropolitano, data assinalada pela Comissão de Trabalhadores da Empresa no documento que aqui reproduzimos. Uma data oportunamente recordada num momento em que o Governo continua a apostar na privatização dos sectores estratégicos da economia nacional à custa dos trabalhadores e do nosso povo e para beneficio da classe dominante.

Continuar...

Comunistas do Sector do Táxi apelam à participação na luta

Os comunistas micro, pequenos e médios empresários do táxi, fazem um apelo a todos os taxistas para que se juntem à manifestação nacional de 5 de Junho, considerando justa e necessária a confluência com esta grande manifestação dos trabalhadores portugueses.

Ler Comunicado em PDF  

TAP: Trabalhadores lutam pelo aumento dos salários

Cerca de 500 trabalhadores da TAP responderam ao apelo dos Sindicatos para uma greve de 2 horas com concentração, em luta pelo direito aos aumentos salariais para 2008 que a Administração e o Governo lhes querem negar (foto anexa). A luta dos trabalhadores prosseguirá com novas acções de luta até alcançarem os seus justos objectivos. No próximo dia 5 de Junho está metido um pré-aviso de greve para a TAP para a participação na Manifestação Nacional promovida pela CGTP.
A Célula do PCP na TAP apela a todos os trabalhadores ao reforço da unidade e mobilização, único caminho para assegurarem a defesa dos seus direitos, e nomeadamente, à participação massiva na Manifestação do próximo dia 5.

Defender os direitos na TAP

TAPA Célula do PCP na TAP/SPDH denuncia em comunicado as tentativas do Governo e da Administração de retirar direitos aos trabalhadores e exige a revisão salarial, horários dignos e o cumprimento do Acordo de Empresa.
Ler comunicado em PDF

Trabalhadores da Vimeca em Luta

VimecaOs trabalhadores da Vimeca, em luta por aumentos salariais, agendaram uma greve para o dia 20 de Maio.
A Organização dos Trabalhadores Comunistas nas Rodoviárias de Lisboa apela a uma forte adesão como forma de alcançar os objectivos definidos no Caderno Reivindicativo.
Apela-se também à participação na jornada de luta convocada pela CGTP-IN para o dia 5 de Junho, para travar as gravosas alterações ao Código do Trabalho propostas pelo Governo.
Ler o Comunicado em PDF

Carris: Governo é o verdadeiro "Atraso de Vida"

A Célula da CARRIS editou um comunicado contra a tentativa do Governo, através da revisão gravosa do Código de Trabalho, de provocar a caducidade de todos os contratos colectivos. E onde responde à esclarecedora frase de José Socrates ("Os contratos Colectivos são um atraso de vida!" demonstrando que o "atraso de vida" é este Governo.

Ler Comunicado em PDF  

Pela introdução do Gasóleo profissional no sector do táxi

O anúncio da introdução do gasóleo profissional no transporte rodoviário pesado de passageiros, feito pela Secretária de Estado dos Transportes, deixando de fora o Sector do Táxi, provocou uma enorme onda de revolta em todo este importante sector para a mobilidade dos portugueses.

Mais uma vez, este governo do PS dá provas de não estar minimamente interessado na viabilidade económica dos micro, pequenos e médios empresários do Sector do Táxi, ao pretender adiar para as “calendas” a aplicação desta urgente e necessária medida.

Ler Comunicado em PDF  

Célula do PCP no Metro contra tentativa de imposição de "aumento" de 2,1%

A Célula do PCP no Metro denuncia a tentativa de imposição de um "aumento" de 2,1% por acto de gestão, pois significaria uma nova e injustificável redução real dos salários dos trabalhadores. 

Ler Comunicado em PDF