Nos reboques portuários, é preciso reconstruir a resposta pública e nacional

req reboquesFace à situação que se está a criar nos portos nacionais, com uma multinacional a utilizar práticas ilegais, nomeadamente «dumping» para se apoderar do mercado nacional de reboques portuários. E face às responsabilidades do Governo, que além da cumplicidade passiva para com o comportamento da multinacional, pode e deve ser responsabilizado pela contnuação do vazia de respostas públicas a uma questão estratégica para a soberania nacional. O PCP colocou na Assembleia da República a pergunta que se anexa.

Ler Pergunta em PDF

Profissionais do Táxi dão força a quem esteve e está ao lado do sector

Com a presença de cerca de 100 profissionais do sector realizou-se no dia 12 de Abril, na Valenciana em Lisboa, um jantar de apoio à CDU de profissionais do sector do táxi. 

Por mais e melhores transportes públicos: novas propostas do PCP!

pjr partO Grupo Parlamentar do PCP apresentou um projecto de resolução sobre a necessidade de potenciar o PART (Programa de Redução Tarifária), quer no plano do nivelamento da redução dos preços quer na necessidade de adoptar as medidas conducentes ao aumento da oferta quer no curto prazo, quer no médio prazo.

Ler Proposta em PDF

PCP reune com CT da CP e da IP

20190401 102015No dia 1 de Abril, uma delegação do PCP encabeçada por Jerónimo de Sousa reuniu com as CT da EMEF e da CP na sede desta última no quadro das iniciativas do PCP para assinalar o início do alargamento do passe social intermodal. Estas transmitiram ao PCP a urgente necessidade de contratação de novos trabalhadores para que se possa melhorar a oferta de transportes, quer na sua qualidade, repovoando as estações, quer na sua quantidade, aumentando o número de comboios. Ambas as CT alertaram para o facto de 30% da frota da CP Lisboa e 20% da frota do Intercidades estar encostada por atrasos na sua reparação e manutenção, que só se devem à falta de trabalhadores na EMEF. Foram dados ainda outros exemplos, de material do regional encostado pela mesma razão ou de material que poderia ser recuperado para o serviço activo se para tal houvesse vontade de investir. Também com exemplos concretos das dificuldades criadas ao funcionamento das empresas, ambas as CT alertaram para a necessidade de reunificar a CP e a EMEF.

ALARGAMENTO DO PASSE - O que mudou em Cascais com a proposta da CDU?

capa documento

Desde 1 de Abril de 2019, a população do concelho de Cascais, como a população de toda a Área Metropolitana de Lisboa (AML), ganhou, e muito, com implementação da proposta da CDU de Alargamento do Passe e da redução tarifária dos transportes públicos. Desde logo esta medida permite abranger mais de 182 mil habitantes do concelho de Cascais, que até aqui, estavam fora do alcance do passe social e que agora, TODO o concelho de Cascais passa a ter acesso a transportes públicos, em TODOS os operadores, em TODAS as carreiras na AML, no valor máximo de 40€ por mês, garantindo-se reduções significativas no custo de transporte. A CDU editou um documento especifico para o concelho de Cascais que regista o alcance desta vitória e esclarece algumas mistificações e falsidades oportunistas propagandeadas pelo executivo da Câmara Municipal de Cascais PSD/CDS/Carreiras.
Ler documento em PDF

Azambuja tem direito a transportes mais baratos

azambuja1903O PCP está a distribuir um comunicado á população da Azambuja sobre as questões relativas ao alargamento do passe social intermodal na Área Metropolitana de Lisboa, e sobre as consequências dessa medida para a Azambuja. Um comunicado onde se repudia a lamentável figura do presidente da Câmara, que depois de um trabalho negligente nesta questão, tentou responsabilizar os autatcas comunistas por uma decisão que PS e PSD impiseram: a saída da Azambuja da AML. Paralelamente o PCP colocou na Assembleia da República a situação das três estações da CO Lisboa (todas na Azambuja) que ficam fora do passe social intermodal metropolitano e onde a redução tarifária não acontece para os anteriores utentes do passe de linha da CP.

Ler Comunicado em PDF

Ler Requerimento em PDF

Transportes mais baratos, com a luta e a iniciativa da CDU

passemaisbaratoInicia-se hoje a distribuição de um novo comunicado da CDU de valorização do alargamento do passe social intermodal. Um Comunicado onde se dá nota da dimensão do alargamento do passe - a todos os operadores, todas as carreiras e toda a área metropolitana - e da dimensão da redução tarifária, com alguns exemplos concretos. Um comunicado onde se sublinha que a vitória nesta luta de anos da CDU deve servir para dar mais confiança na luta que é necessário continuar a travar por mais e melhores transportes públicos.

Ler Comunicado em PDF

Em Sintra, Transportes mais baratos com o Alargamento do passe!

capa sintra mar2019No quadro da campanha de valorização do avanço conquistado com o Alargamento do Passe Social Intermodal, o PCP de Sintra editou um comunicado aos utentes onde ilustra a dimensão desse avanço, quer no que diz respeito ao alargamento da mobilidade quer no que diz respeito à redução dos custos suportados pelos utentes. Um Comunicado onde se sublinha a necessidade de continuar a lutar, nomeadamente pelo alargamento da oferta, nomeadamente exigindo que o Governo contrate os trabalhadores em falta para a manutenção dos comboios e para o repovoamento das estações.

Ler Comunicado em PDF

PCP questiona governo sobre tentativa de aumentar a exploração na TAP

tapterraO PCP questionou o Governo, que tutela 50% do capital da TAP, sobre a mais recente tentativa de aumentar a exploração dos trabalhadores da TAP, com a tentativa de redução direitos e alargar custos aos trabalhadores quer no seguro de saúde quer no trabalho deslocado.

Ler Pergunta em PDF