Os SAMS são dos Beneficiários, não são do SBSI…

O conhecimento do Protocolo de entendimento entre os HPP e o SBSI (documento de intenções) e as declarações produzidas por dirigentes deste sindicato da UGT – que, tal como no pacote laboral, também aqui se constata estar ao serviço dos banqueiros e do Governo PS – demonstram que o verdadeiro objectivo aqui perseguido é a venda de um património que não lhe pertence, e que termos e expressões como “parceria”, “controlo operacional” ou “gestão mais profissional” não passam de eufemismos para tentar “embrulhar em papel vistoso” esse inconfessado objectivo.

Continuar...

Os Serviços de Assistência Médico-Social (SAMS) são de todos os beneficiários

O Organismo de Direcção do Sector dos Bancários de Lisboa do PCP, numa primeira análise às movimentações e eventuais acordos que deram origem ao anúncio público da alienação da gestão de 51% dos Serviços de Assistência Médico-Social (SAMS) dos bancários da área do Sul e Ilhas à “Hospitais Privados de Portugal” (HPP), do grupo CGD, e sendo ainda desconhecidos os exactos termos e condições em que tal ocorreria, assume desde já e torna públicas as suas posições.

Continuar...

Bancários comunistas sobre a situação na Banca

O Boletim dos Bancários Comunistas de Lisboa, no seu número de Fevereiro, começa por tratar "A Banca, Hoje...", para logo abordar temas mais concretos como "Montepio, Está chegando a hora dos «donos» do Banco exercerem os seus poderes", "Responsabilidade Social: A «nova» anedota dos banqueiros", "BBPI, o que custam os milionários lucros", "Governo Britânico nacionaliza Banco e "Assim vai o BES...", terminando com a informação do reatar das comemorações do Aniversário da Nacionalização da Banca.

Ler Boletim em PDF

I Assembleia dos Bancários Reformados

No passado dia 31 de Outubro de 2007, realizou-se a 1ª Assembleia da Organização de
Bancários Reformados, cujas conclusões aqui divulgamos.
 

Ler Conclusões da Assembleia