Jovens enfermeiros denunciam a precariedade à frente do Hospital Júlio de Matos

mini-sepcopiaweb.jpgO núcleo de Jovens do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, no âmbito da mobilização para a Manifestação Nacional de Jovens Trabalhadores, promoveu junto ao Hospital Júlio de Matos uma denuncia publica da precariedade no sector - Existem só na região de Lisboa cerca de 850 enfermeiros com vínculos precários, na sua maioria jovens, muitos deles com falsos recibos verdes e sub-contratos. O Hospital Júlio de Matos é um exemplo do uso do trabalho precário por parte do estado com cerca de 38 contratados a termo certo e 11 subcontratados a falsos recibos verdes, com horário, chefes e hierarquia e um posto de trabalho fixo.
A Luta continua, numa necessidade de terminar com a precariedade e o desemprego, e com o apelo a que todos os jovens trabalhadores estejam na manifestação de dia 1 de Abril convocada pela Interjovem/CGTP-IN.