PCP lança Comunicado aos Trabalhadores das Escolas

mineducacao.jpg

Também os trabalhadores não docentes das escolas pública foram enganados pelas promessas de mudança política do Governo PS/Sócrates, que a juntar retirada do vínculo, à destruição das carreiras e ao SIADP, manteve no sector a mesma política de recursos humanos, inaceitável, baseada na precariedade de emprego, existindo actualmente milhares de trabalhadores a termo certo que terminam os contratos a 31 de Agosto. Impôs uma nova gestão que ressuscitou a figura do Director de escola de outros tempos e enfraqueceu ainda mais a participação dos trabalhadores no processo educativo.

Ler Comunicado em PDF 

PCP lança Comunicado aos Trabalhadores do Instituto Superior Técnico

tecnico.jpg

O Instituto Superior Técnico não foge à regra. A juntar, aos ataques aos trabalhadores da Administração Pública, a retirada do vínculo, a destruição das carreiras, o SIADAP, os mapas de pessoal anuais e todas as formas de facilitação de despedimento, os trabalhadores estão ainda confrontados com um novo estatuto do ensino superior, que procura tirar o lugar dos trabalhadores dos órgãos de gestão, e caminha-se a passos largos para uma privatização chamada "Fundação", com consequências previsivelmente negativas para os trabalhadores.

Ler Comunicado em PDF 

PCP lança Comunicado aos Trabalhadores do Ministérios das Finanças

financas.png

A profunda crise com que Portugal e a União Europeia estão confrontados, que está a ser usada para a concentração do poder económico e político, para maiores avanços na liberalização dos mercados e para a consolidação do directório das grandes potências, é o resultado simultaneamente das políticas neoliberais dos sucessivos governos do PS, PSD e CDS e dos eixos estruturantes do actual processo de integração na Europa.

Ler Comunicado em PDF

Boletim de Abril do Sector da Função Pública da ORL

tribunafpabr.jpg

Trinta e cinco anos depois do 25 de Abril os trabalhadores da Administração Pública vivem hoje numa situação de incerteza, de medo, de arbítrio e discricionariedade, de intensificação dos ritmos de trabalho, de tensão e, quantas vezes, de perseguição, a que se junta a revolta pelo agravamento das condições e aumento do tempo para a aposentação.

Ler Boletim em PDF

Função Pública edita o seu Boletim de Dezembro

O Sector da Função Pública do PCP editou o seu Boletim de Dezembro, onde se destaca a realização do XVIII Congresso do PCP, a reafirmação aí realizada de que é possível uma ruptura com a política de direita, e onde se destacam as intervenções e a opinião dos delegados do sector presentes no Congresso.

Ler Boletim em PDF

PCP apela à participação na Manifestação de 21 de Novembro

Reunida em 15 de Novembro de 2008, a XI Assembleia de Organização da Função Pública do PCP analisando a actual situação da Administração Pública e dos seus trabalhadores apela à sua consciencialização de que só com luta se pode combater esta política. A luta e a unidade dos trabalhadores são as suas armas para combater esta ofensiva e construir a ruptura necessária com a política de direita. E apela à participação dos trabalhadores da Administração Pública na Manifestação Nacional convocada pela Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública, para o dia 21 de novembro com concentração às 14:30H na rotunda do Marquês de Pombal para rumar à casa oficial do 1º Ministro.

Continuar...

Função Pública: É tempo de Lutar!

O Sector da Função Pública do PCP editou um comunicado aos trabalhadores de apelo à participação na jornada de luta do próximo dia 1 de Outubro.


Ler Comunicado em PDF

PCP aos trabalhadores da Administração Pública: VAMOS À LUTA!

O PCP, hoje como sempre, está solidário com a luta dos trabalhadores, por uma Administração Pública ao serviço das populações, onde os direitos dos trabalhadores permitam de forma livre, sem submissão a interesses partidários ou privados, prosseguir a missão que a Constituição da República lhes consagra, e apela a uma forte, activa e combativa participação nas acções convocadas de 7 a 14 de Março pelos sindicatos da Frente Comum.

Saiu o nº de Fevereiro do Tribuna da Função Pública

"A ofensiva aos direitos dos trabalhadores e à concepção de Estado Democrático nascido a Revolução de Abril, culmina num largo número de medidas essencialmente punitivas, que visam a Reforma, a Mudança, ou ainda, a Reconfiguração da Administração Pública, feita à custa dos que nada mais têm a oferecer senão a sua força de trabalho; diga-se, actualmente precário com tendência a miserável e com salários ridículos que não chegam para as despesas e sustento das famílias." Assim começa o editorial do Boletim da Organização dos Trabalhadores Comunistas na Função Pública, que podes ler em PDF aqui.

Saiu o "Tribuna", Boletim dos Comunistas na Função Pública

No Tribuna de Dezembro, o PCP saúda a luta dos trabalhadores da Função Pública, nomeadamente a sua massiva participação na Greve de toda a Administração Pública do passado dia 30, e reafirma a possibilidade e nercessidade de uma política diferente.

Ler Boletim em PDF