26 de Maio - dia de luta nacional dos trabalhadores da função pública

  • get imgAos trabalhadores da Administração Pública Central

    Lutemos pelos nossos direitos!
    Repor o direito ao aumento anual de salários.
    Descongelar as progressões e promoções e valorizar as carreiras
    Pôr fim à precariedade, integrando todos os trabalhadores com vínculo precário, fazendo corresponder necessidades permanentes a postos de trabalho efectivos.
    Aplicar as 35 horas semanais de trabalho a todos os trabalhadores.
    Combater a privatização do atendimento da segurança social.

Ler documento em PDF

PCP reune com Centro Nacional de Pensões na sequência de denúncias apresentadas ao seu Grupo Parlamentar

centro-nacional-pensoesNa sequência de várias denúncias apresentadas ao Grupo Parlamentar do PCP pelos trabalhadores do CNP, o grupo parlamentar solicitou uma reunião com a direcção do CNP, reunião que teve lugar no passado dia 7 de Março e na qual foi abordado, a brutal diminuição do número de trabalhadores nos últimos anos; a falta de material e as poucas condições das instalações. Ler documento em PDF

A Administração da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa tem prejudicado os Trabalhadores

Cartaz Misericordia-1Congelamento das progressões das carreiras desde 2009. Em média, este congelamento representa menos um salário por ano a cada trabalhador. Trabalhadores a falsos recibos verdes. No entanto, preenchem todos os requisitos para passarem a um contrato de trabalho 13.47% de trabalhadores em situação precária. Numa instituição que, por exemplo, em 2012, teve 17 milhões de euros de lucro e,em 2015, 5 milhões de euros. 

Ler documento em PDF

PCP apoia as justas reivindicações dos trabalhadores da Função Pública: Tribuna da Função Pública

tribuna Maro2017-1O PCP considera justas as reivindicações dos trabalhadores da Administração Pública constantes do caderno reivindicativo da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública e o Governo PS tem condições políticas para responder positivamente a essas reivindicações dos trabalhadores, nomeadamente:
- aumento imediato dos salários e pensões, congelados desde 2009, de forma a estancar a desvalorização do rendimento do trabalho e a responder ao aumento do Custo de vida e do seu reflexo nas famílias.
- descongelamento da mudança de posição remuneratória congelada desde 2010 e reposicionamento nos escalões da carreira correspondentes aos anos de serviço.
- reposição do corte efectuado em 2010 no pagamento das horas extraordinárias, para todos, com a devida compensação.

 

Ler documento em PDF

Irregularidades no cumprimento dos direitos dos trabalhadores na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

downloadO PCP teve conhecimento de irregularidades quanto ao cumprimento dos direitos dos trabalhadores na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. O Sindicato dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais do Sul e Regiões Autónomas (STFPSSRA) e a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) celebraram um Acordo de Empresa (AE) publicado no Boletim de Trabalho e Emprego nº 6, de 15/2/2013. 

Continuar...

35 horas na Administração Pública: Uma vitória da luta dos trabalhadores!

Com a luta dos trabalhadores, a acção e iniciativa do PCP, foi possível repor as 35 horas de trabalho na Administração Pública. O PCP apresentou ainda um projecto-lei para que fossem garantidas as 35 horas para todos os trabalhadores da Administração Pública, qualquer que seja o seu vínculo. Proposta chumbada por PS, PSD e CDS-PP. Mesmo assim, a vitória obtida significa a derrota da operação do grande capital, assumida pelo governo PSD/CDS-PP que, ao aumentar o horário de trabalho, pretendia iniciar um processo de aumento da jornada de trabalho para todos os trabalhadores. Pelo contrário, o PCP apela à luta dos trabalhadores pelas 35 horas para todos os trabalhadores do sector público e privado. 

Ler documento em PDF

Aos trabalhadores da Administração Pública

imagem geralLutar vale a pena!

Honrando os seus compromissos com os trabalhadores e o povo, o PCP luta e lutará para defender, repor e conquistar direitos, combater a exploração e o empobrecimento, reduzir as injustiças sociais! Com a luta persistente e determinada dos trabalhadores, e a acção, intervenção e iniciativa do PCO, estão conseguidos avanços nos direitos roubados

Ver em PDF 

Função Pública: 35 horas para todos

201510 cartaz mupi luta confiancaO Tribunal Constitucional (TC) declarou inconstitucional a interferência do governo PSD/CDS na celebração de Acordos Colectivos de Empregador Público (ACEP) com as autarquias locais.

Ler documento em PDF