Na EPAL, trabalhadores apelam ao Voto na CDU

epal.jpgNum Apelo aos Trabalhadores da EPAL, a Comissão de Apoio à CDU na Empresa apela ao voto, apontando duas razões de peso: a luta contra os processos de liberalização e privatização do Sector, processos que prejudicam o país, as populações e os trabalhadores da Empresa, beneficiando apenas uns poucos de grupos económicos, e onde só a CDU tem assumido uma posição consequente de denúncia e oposição; as políticas anti-laborais decidas e executadas (tanto cá como na Europa) por PS, PSD e CDS, e a que só o voto na CDU dá força à necessária alternativa.

Continuar...

Comunicado aos Trabalhadores de Call Center

callcenters.jpg

Neste comunicado são apresentadas razões, para que, também os trabalhadores de Call Center, se juntem à luta pelos seus direitos e por melhores condições de trabalho. Para que deixem de, receber baixos salários, tenham contratos precários muitas vezes de 15 dias, para que os intervalos de hora a hora sejam respeitados, etc. E como lutar também é votar, que a justa luta destes trabalhadores, por uma vida melhor, seja levada até ao voto, e que com o voto na CDU vejam defendidos os seus direitos no Parlamento Europeu.

Ler Comunicado em PDF 

Apelo da CDU ao trabalhadores das Telecomunicações

teleccdu.jpgSubscrito por diversos membros das ORT's do sector das Telecomunicações, este apelo ao voto na CDU no próximo dia 7 destaca as consequências para o sector e para os trabalhadores das políticas de direita seguidas pelo Governo, que se traduzem na crescente privatização do sector com prejuízos para a economia nacional, e se reflectiu nos trabalhadores com o crescimento da insegurança, o congelamento salarial e a precariedade.

Ver Comunicado em PDF

Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações com a CDU

correioscdu.jpgSão 66 os trabalhadores das Organizações Representativas dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações que em documento publico apelam ao Voto na CDU, e resumem as razões porque esse voto é tão importante para todos os trabalhadores, mas também, e com acrescidas razões, para os trabalhadores do sector.

Ler Comunicado em PDF

Comunicado da Célula do PCP nos CTT saúda a luta

Em Comunicado, a Célula dos Comunistas nos CTT saúda a luta prolongada que os trabalhadores têm travado em defesa do seu AE e dos direitos que lhes garantem respeito e dignidade. E pergunta, perante o comportamento anti-democrático da Administração e do Governo: já regressámos ao 24 de Abril de 1974? Para terminar concluindo da necessidade de prosseguir a luta por um futuro digno e em defesa do AE.

Ler Comunicado em PDF

PCP aos trabalhadores das Comunicações

A Cordenadora Nacional para as Telecomunicações editou um comunicado aos trabalhadores do Sector onde sublinha que para responder à crise é preciso romper com as actuais políticas e não fazer-lhes uma operação de cosmética.
 

Trabalhadores dos CTT em greve marcham em Lisboa

Os trabalhadores em greve dos CTT realizaram hoje uma Marcha em Lisboa, na luta que travam em defesa do seu Acordo de Empresa e contra o Código do Trabalho. Uma acção integrada na Jornada Nacional de Luta da CGTP-IN que decorre a 1 de Outubro - e cuja reportagem do Distrito de Lisboa pode ir acompanhando aqui.

Ver fotogaleria desta Jonada de luta

Nacionalizações, liberalizações e privatizações. O que se ganhou o que se perdeu?

O Sector das Comunicações,  Águas e Energia do DORL do PCP realizou este debate integrado na preparação do Congresso do PCP, que contou com a presença de mais de 50 militantes. Um debate que apontou as terríveis consequências para o sector, para os trabalhadores do sector e para o país das políticas de direita implementadas pelos sucessivos governos contra-revolucionários, e a necessidade de dinamizar a luta para romper com as políticas neoliberais.

Comunicado do PCP aos trabalhadores da PT Contact

O sector das telecomunicações é dos que mais lucro gera no nosso pais (8,4 mil milhões de euros em 2007) e um dos maiores em número de postos de trabalho permanentes. Logo deveria ser um sector com trabalhadores efectivos e bem remunerados. Mas a realidade é bem diferente, a começar pela empresa incumbente a PT, cuja política nos últimos anos tem sido mandar para casa trabalhadores efectivos, substituindo-os por trabalhadores de empresas de aluguer de mão-de-obra com vinculo precário a estas, com salários baixos e sem direitos.

Ler Comunicado da Célula em PDF 

Na PT, são milhares de milhões para os accionistas e 1,5% de "aumento" para os trabalhadores!

Na PT, são distribuídos milhares de milhões aos acionistas, milhões aos administradores, e aos trabalhadores querem impôr um "aumento" de 1,5%, ou seja, uma redução do poder de compra. A Célula do PCP na Empresa apela à unidade e luta, única forma de derrotar os exploradores! E apela à participação na Manifestação de 5 de Junho.

Continuar...