Na EPAL, os salários baixam e os lucros aumentam

A Célula do PCP na EPAL irá distribuir um comunicado onde apela à luta dos trabalhadores em defesa dos seus direitos. Ao mesmo tempo que direitos são roubados, "os lucros da EPAL têm atingido valores recorde e tudo indica que irão continuar a crescer apesar de os volumes de venda de água diminuirem".

 

Continuar...

Contra o encerramento dos CTT do Cais dos Soldados

mini-SDC18379A população saiu ontem à rua em luta contra o encerramento da Estação dos CTT do Cais dos Soldados, em Santa Apolónia. Esta estação serve as freguesias de Santa Engrácia, S. Vicente, S. Miguel e Santo Estêvão, e é uma das 70 que a Administração dos CTT quer fechar.
Na concentração de protesto, promovida pelo SNTCT/CGTP-IN e com o apoio das quatro juntas de freguesia, intervieram Maria de Lurdes Pinheiro, Presidente da Junta de Santo Estêvão e Vítor Agostinho, Presidente da Junta de S. Vicente, eleitos da CDU que se comprometeram, perante a população, a continuar a luta contra o encerramento de mais esta estação dos CTT.

O Postal da Luta do mês de Maio

opostalJá saiu o número de Maio d'O Postal da Luta, boletim informativo da célula do PCP nos Correios. Nesta edição, alerta-se para as Estações de Correios que a Administração dos CTT pretende encerrar ou transformar em Postos de Correio. O boletim denuncia também a distribuição de correio em dias alternados, uma vez que os carteiros foram reduzidos. O Grupo Parlamentar do PCP agendou um debate de urgência na Assembleia da República para obrigar o Governo a cumprir a sua obrigação de dar contas aos portugueses da destruição que está a ser feita pela Administração dos CTT.

Ler O Postal da Luta em PDF

Aos trabalhadores da EPAL: na greve geral, lutar contra o roubo dos salários e em defesa da empresa

mini-epalgg

Em comunicado aos trabalhadores, a célula do PCP na EPAL alerta para os roubos sucessivos que representaria a aprovação deste Orçamento de Estado, alerta para os perigos para o futuro da própria empresa caso esta política prossiga, e apela à forte adesão à greve geral como caminho indispenável para a ruptura e a mudança.

Ler Comunicado em PDF

PCP apela à participação na greve geral dos trabalhadores dos call-centers

mini-callcenterA célula do PCP nas Telecomunicações está a distribuir aos trabalhadores dos call-centers um comunicado onde se apela à adesão à greve geral de 14 de Novembro. Um comunicado onde se alerta que é o grande capital o destino de tudo o que está a ser roubado aos trabalhadores e ao povo, e que só a luta permitirá a ruptura com esta política.

Ler o Comunicado em PDF

Célula do PCP na EPAL apela à luta dos trabalhadores

epal2012julA Célula do PCP na EPAL, em comunicado aos trabalhadores, informa da resposta do Governo às questões colocadas pelo Grupo Parlamentar do PCP sobre o encerramento das extensões de saúde na EPAL. No mesmo comunicado, o PCP apela à luta contra o roubo nos subsídios e salários, denuncia a dimensão e o destino real desses roubos e ainda apela à resistência à aplicação do Código de Trabalho.

Ler Comunicado em PDF

Trabalhadores da Tempo Team em luta contra a precariedade e a exploraçãos

tempoteamDecorreu hoje mais um dia de greve dos trabalhadores da Tempo Team, nos Call Center da EDP localizados em Odivelas, Lisboa (Defensor de Chaves) e Seia. Esta luta que envolve muitos trabalhadores jovens com vínculos precários e a trabalharem para uma empresa de aluguer de mão-de-obra está a registar niveis de adesão entre os 80 e os 90%. O deputado do PCP Miguel Tiago esteve junto de piquete de greve expressando a solidariedade activa do PCP.

Na ZON, o cartão é "a lar card"

zon

Em comunicado aos trabalhadores da Zon, a Célula do PCP denuncia as razões e implicações da decisão da Administração de alterar unilateralmente o método de pagamento do subsídio de alimentação.

Ler Comunicado em PDF

Na EDP, accionistas confrontados com a exploração!

Representantes dos trabalhadores das empresas do Grupo EDP concentraram-se no dia 20, frente à FIL, em Lisboa, para contraporem à assembleia geral de accionistas da eléctrica uma firme tomada de posição em defesa do interesse público, contra o último passo da privatização. Ao protesto, promovido pela Fiequimetal/CGTP-IN e por três dos seus sindicatos, com apoio das comissões de trabalhadores, juntou-se um aguerrido grupo de trabalhadores da Tempo Team, onde nessa tarde houve greve, para exigir aumentos salariais negados há sete anos e integração na EDP. A deputada Rita Rato transmitiu a solidariedade do PCP e lembrou os elevados lucros que esta política proporciona aos accionistas privados.

Basta de exploração na PT

pt2012fev

Ler Comunicado em PDFretirar a tolerância de ponto no dia de Carnaval, prosseguindo uma política de aumento da exploração que alarga o período de trabalho e reduz os salários dos trabalhadores.

Ler Comunicado em PDF