Contra a repressão na Randstad, a solidariedade do PCP

randsatd repressaoDesta vez as vítimas são trabalhadores dos Centro de Contactos da Concentrix (Braga), que presta serviço a multinacionais como a Apple com trabalhadores subcontratados através da Randstad, e onde a actividade sindical tem vindo a
ser reprimida, os delegados e dirigentes impedidos de entrar na empresa e alvos de processos disciplinares, suspensões e mesmo despedimento. O Grupo Parlamentar do PCP confronta o Governo coma passividade perante estes comportamentos, ao mesmo tempo que presta solidariedade a quem luta contra a exploração.

Ler Requerimento em PDF