PCP questiona Governo sobre a situação dos trabalhadores da AdTA

hqdefault live-770x439 cNa sequência de uma reunião realizada a semana passada com as ORT's da Àguas do Tejo Atlântico, o Grupo Parlamentar do PCP colocou um requerimento ao Governo sobre a situação na empresa, caracterizada por uma brutal assimetria salarial (o salário mínimo para trabalhar, mais de 6000€ mensais para o director de comunicação), por ter os salários congelados desde 2009 mas estar a incrementar os salários de 27 quadros superiores, e por diversas violações da lei que têm que ser imediatamente travadas. Num momento em que uma nova administração toma posse,o PCP questiona o Governo sobre as orientações dadas.

Ler Requerimento em PDF