Não ao encerramento do posto dos CTT no Socorro

 

Contra o encerramento dos CTTno SocorroNo inicio do mês de Janeiro, ainda a Estação dos CTT do Socorro não tinha encerrado, já o PCP em Santa Maria Maior tinha saído com um comunicado à população que aqui se reproduz:

 

"Perante a intenção anunciada de encerramento da Estação de Correios dos CTT no Socorro, a Comissão de Freguesia de Santa Maria Maior do Partido Comunista Português manifesta a sua firme oposição a esta decisão, que a confirmar-se é mais um passo no desmantelamento de um serviço público essencial ao país e às populações.


Trata-se de um novo ataque ao serviço público de proximidade prestado pelos CTT, que ao invés de privilegiar a sua função de serviço público, prioriza a lógica do lucro em serviços que outrora eram públicos, o que leva à inevitável degradação do serviço e ao aumento significativo de tarifas, como a realidade bem o tem demonstrado.


Os CTT, privatizados durante o anterior governo de PSD/CDS, e que o actual governo PS se recusa a retomar ao controlo público, têm vindo a assumir uma postura de crescente mercantilização dos serviços de correios, degradando cada vez mais um serviço público que conta com mais de 500 anos de existência.

 

O PCP exigiu a reversão da privatização desastrosa para as populações, trabalhadores e país, e apresentou no atual quadro político uma iniciativa legislativa para a reversão da privatização dos CTT, que foi chumbada por PS, PSD e CDS.

 

Perante este processo, em que fica mais vincada a importância de recolocar os CTT na esfera da gestão pública, a Comissão de Freguesia de Santa Maria Maior do PCP manifesta a sua solidariedade com os trabalhadores da empresa e com a população do Socorro, exortando desde já à sua pronta e rápida intervenção pela manutenção deste importante serviço público.

 

Exorta ainda Miguel Coelho, Presidente da Junta de Freguesia e do PS a, junto do Governo do seu Partido, diligenciar para que a estação dos CTT do Socorro se mantenha ao serviço da população."