Contra a exploração na Rodoviária de Lisboa

O PCP está a distribuir aos trabalhadores da Rodoviária de Lisboa um comunicado onde sublinha o carácter aparentemente contraditório das medidas que Governo e patronato têm concertado para a Empresa: Para os patrões, foram 8 milhões de "indemnizações compensatórias" mais as receitas de um novo aumento dos preços dos transportes; para os trabalhadores, é o aumento zero e ainda querem alargar o horário de trabalho com "folgas" para almoço de 5 horas. O PCP, perante a crescente exploração na empresa, sublinha que só há um caminho a seguir: o da unidade e da luta.

Ler Comunicado em PDF