Acção de protesto em Alverca

20140703 protesto centro saude alvercaEm nota de imprensa, a Comissão de Freguesia de Alverca do Ribatejo informa que realizou, junto ao Centro de Saúde de Alverca do Ribatejo, uma acção de protesto, para exigir a devolução dos problemas referidos e defender o Serviço Nacional de Saúde “SNS”.

 

Nota de Imprensa

 

A Comissão de Freguesia de Alverca do Ribatejo do Partido Comunista Português, promoveu e realizou ontem, dia 2 de Julho, pelas 18h30, uma acção de protesto junto ao Centro de Saúde de Alverca do Ribatejo.

 

As razões que justificaram a acção em causa são a inexistência de resposta às necessidades dos utentes do Centro de Saúde devido à falta de médicos, situação que leva a que neste momento hajam 10 mil utentes sem médico de família, número que num futuro muito próximo aumentará para cerca de 14 mil, devido à saída de mais dois médicos. Há consultas que são desmarcadas com muita frequência, e outras que são marcadas para um mês ou mais após o dia da sua marcação, pessoas que vão para a porta do Centro de Saúde às 05/06 horas, sem garantia de conseguir a consulta que necessitam.

 

São situações que no entender da Comissão da Freguesia de Alverca do Ribatejo do Partido Comunista Português e das cerca de duas centenas de pessoas que participaramna acção são incompreensíveis e inaceitáveis, por isso mesmo foi exigido que o Centro de Saúde e o próprio Serviço Nacional de Saúde "SNS" sejam dotados dos meios humanos, técnicos e financeiros, necessários e adquados para responderem com eficácia, eficiência e qualidade às necessidades das populações, garantindo aos utentes o direito à saúde.

 

No decorrer da acção foi aprovada uma resolução que exige a resolução urgente dos problemas referidos e lançado um abaixo-assinado.

 

Comissão da Freguesia de Alverca do Ribatejo do
Partido Comunista Português