Torres Vedras: Carvoeira sem médico de família

DSC00004LargeA entrada no ano de 2017 não trouxe boas notícias para os habitantes da Carvoeira, com a saída dos dois médicos de família que prestavam serviço na extensão do Centro Saúde de Torres Vedras na localidade sede da União de Freguesias de Carvoeira e Carmões.

A situação era já precária, com os dois médicos de família a prestarem serviço apenas um dia cada por semana, acumulando serviço noutra freguesia. Com a reforma de um dos clínicos, e a impossibilidade de horário do segundo, esta semana já não há médico de família na Carvoeira, o que significa a impossibilidade de marcar consultas no local, bem como a de levantar receituário médico.

Contactado pelo Executivo da União das Freguesias de Carvoeira e Carmões, o Centro de Saúde de Torres Vedras comunicou a impossibilidade de resolver a situação no imediato, lançando para a segunda quinzena de Janeiro a chegada de um primeiro médico de família, ainda que não existam certezas sobre o assunto.

Numa freguesia rural, onde a maioria dos utentes da extensão do Centro de Saúde são idosos, com parcas reformas e dificuldades para se deslocarem, a necessidade de viajar até Torres Vedras para obter as suas receitas ou ter consultas com um médico, agravam as suas condições de vida, atacando desta forma uma camada da população que já se encontra em situação de debilidade.

Exige-se, assim, uma tomada de posição pública e imediata da parte dos organismos responsáveis, bem como dos representantes da população eleitos na Câmara Municipal, com vista à rápida resolução da situação.