Sobral, Um Concelho onde dá prazer viver!

mini-sobral.jpgHoje a caravana da CDU foi a Sobral de Monte Agraço visitar o trabalho realizado pela gestão CDU, que em cerca de 30 anos transformou o concelho numa território desenvolvido, ordenado e com elevados indicadores de qualidade de vida. No passeio pelo centro da vila, António Bogalho, presidente da autarquia e candidato a renovar o mandato, e Jerónimo de Sousa, foram acompanhados por cerca de meia centena de candidatos, apoiantes e activistas da CDU. O périplo comunista passou em revista as principais obras, caminhando sem dificuldade entre arruamentos impecavelmente arranjados e limpos, e edifícios e jardins que requalificados não deixam transparecer o passar dos anos.
Hoje a caravana da CDU foi a Sobral de Monte Agraço visitar o trabalho realizado pela gestão CDU, que em cerca de 30 anos transformou o concelho numa território desenvolvido, ordenado e com elevados indicadores de qualidade de vida.

No passeio pelo centro da vila, António Bogalho, presidente da autarquia e candidato a renovar o mandato, e Jerónimo de Sousa, foram acompanhados por cerca de meia centena de candidatos, apoiantes e activistas da CDU. O périplo comunista passou em revista as principais obras, caminhando sem dificuldade entre arruamentos impecavelmente arranjados e limpos, e edifícios e jardins que requalificados não deixam transparecer o passar dos anos.

A Biblioteca e o Auditório Municipal, que permanentemente têm exposições patentes, uma iniciativa pioneira seguida por outros concelhos da região Oeste, explicou o cabeça de lista da CDU; o Cine-Teatro, obra terminada já este mandato que apresenta todas as condições para as artes de palco; o parque urbano, dotado de equipamentos desportivos e de lazer para jovens e menos jovens usufruírem, ou as Piscinas Municipais onde todas as crianças do 1º Ciclo e pré-escolar realizam actividades, são exemplos da intensa dedicação da CDU à população deste concelho.

Na despedida de Sobral de Monte Agraço, ficámos com a certeza de que a autarquia que os comunistas e os seus aliados se dispões a voltar a administrar é já muito, mesmo muito diferente daquela que encontraram quando tomaram posse há mais de três décadas.

É hoje um concelho onde dá gosto viver, facto com o qual todos os que o secretário-geral do PCP e o presidente da Câmara Municipal encontraram pelo caminho pareceram concordar. Assim o disseram as manifestações de apoio e confiança na CDU e nas suas candidaturas aos órgãos de poder local.