A Câmara de Oeiras prosseguirá em 2016, em vários domínios, as políticas desastrosas de exercícios anteriores

Com os votos favoráveis da direita e a abstenção dos vereadores do PS, foram ontem aprovadas as Grandes Opções do Plano (GOP´s). Em coerência com as posições assumidas nos anos anteriores em relação a estes documentos, bem fundamentadas nas declarações de voto apresentadas, a CDU votou contra. Na sua declaração de voto, o vereador Daniel Branco explicitou as cinco razões fundamentais justificam a posição negativa.

(imagem de arquivo)

Continuar...

Intervenção do eleito da CDU, Rui Capão Andrade, nas comemorações do 2º aniversário da criação da União das Freguesias de Oeiras e S. Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias.

Senhor Presidente da Câmara Municipal de Oeiras
Senhor Presidente da Assembleia da União de Freguesias de Oeiras e S. Julião da Barra, Paço de Arcos e Caxias
Senhor Presidente e demais Membros do Executivo da União
Membros da Assembleia de Freguesia da União             
Fregueses da União

Faz hoje um ano que, em protesto, a CDU abandonou a sala onde se comemorava o 1º aniversário. Hoje, apesar de todas as razões desse acto permanecerem, não o faremos.

É que festejamos os resultados eleitorais.  
Foi, são, uma alteração profunda onde tudo muda se o PS, e o BE quiserem. Isto é, se o PCP, ou os Verdes, ou o PS, ou o BE, se qualquer uma dessas forças, apresentar na Assembleia da República proposta para que sejam repostas as antigas freguesias, essa proposta será aprovada por maioria. Igual destino terá uma proposta de nova Lei das Finanças Locais. É que são coisas onde o PS e o BE já demonstraram estarem do nosso lado.

Assim, o que a CDU celebra hoje  são os resultados eleitorais do passado dia 4. São eles a esperança!

Ler aqui texto integral

 

Candidatos CDU debatem, em Algés, a Saúde e a Segurança Social

Foi nas instalações do Palácio Anjos, cedidas pela CM de Oeiras, ontem. Durante cerca de 3 horas os candidatos expuseram e debateram com a assistência as questões, os riscos e as ameaças que pairam sobre o Serviço Nacional de Saúde e sobre a Segurança Social. Aberta a sessão por Daniel Branco, mandatário concelhio da candidatura CDU, coube a primeira intervenção ao candidato Amílcar Campos que apresentou alguns números sobre a situação do ACES de Oeiras e Lisboa Ocidental e fez um breve perfíl da população do munícipio. Carlos da Silva Santos, (de pé na imagem) candidato por Lisboa e membro da direcção da Ordem dos Médicos, faria uma intervenção muito pedagógica e plena de ironia.

 

Continuar...

Do esclarecimento ao voto, à conversa com reformados, pensionistas e idosos

Isabel Quintas (dirigente do MURPI, candidata CDU por Lisboa) e um grupo de activistas da CDU dedicaram a tarde de domingo ao esclarecimento dos reformados, pensionistas e idosos. A entrega do documento era acompanhada de esclarecimento. Mesmo em situações onde a receptividade inicial parecia distante e fria a conversa era inevitável. "Desta vez voto em voçês!" e "Reconheço que a CDU é de confiança!" foram algumas das frases frequentemente ouvidas em Algés, Jardim de Paço de Arcos e em Leceia.

No sábado passado, um comício com casa cheia

Mais de 400 pessoas estiveram no Auditório Eunice Muñoz num comício em que o Secretário-Geral do PCP reclamou para a cultura o lugar que merece na vida nacional, e apelou à redobrar de esforços até dia 4 de Outubro porque «esta CDU exige Mais votos». A iniciativa foi realizada pelas estruturas concelhias de Oeiras e Cascais, e foi assim.(ler aqui)