Inundações na Rua Direita do Dafundo e Rua Sacadura Cabral

COMUNICADO
Inundações na Rua Direita do Dafundo e Rua Sacadura Cabral

Mais uma vez, no passado dia 10 de Março, por volta do meio-dia e meia hora a Rua Direita do Dafundo e Rua Sacadura Cabral encontravam-se cheias de detritos (restos de papel higiénico, etc) e com um cheiro nauseabundo, era um autêntico rio poluído.

As pessoas que circulavam por estas ruas levavam, com o passar dos automóveis, com autênticos banhos de porcaria. Os esgotos pareciam não aguentar as descargas que vinham do monte, agora todo construído com condomínios de luxo com vista sobre o Tejo. Aquando do desentupimento dos esgotos por parte dos SMAS, estes encontravam-se completamente entupidos, até à superfície, o que não se admite nem compreende.

O PCP gostava de saber da Junta de Freguesia da Cruz Quebrada / Dafundo e da Câmara Municipal de Oeiras o que se passa, pois a chuva não foi muita e a situação começa a repetir-se vezes demais.

Face a esta situação e sendo o Dafundo uma zona com problemas de marés, que em conjugação com a chuva, causam frequentemente cheias, do que é que os responsáveis estão à espera para resolver estas situações?
Passado que está, mais de meio mandato dos responsáveis autárquicos, os problemas continuam a repetir-se demasiadas vezes, causando claros problemas à população da freguesia.

O PCP exige que a Câmara Municipal e os demais responsáveis tomem as medidas necessárias para resolução deste problema.

O PCP reafirma que tudo fará, nos locais onde se encontra representado no sentido de estas situações serem resolvidas.

Prevenção das inundações em Algés

Em Conferência de Imprensa, a CDU de Oeiras volta a responsabilizar a CMO pelas obras de saneamento, regularização e alargamento do leito da ribeira de Algés, há mais de 10 anos prometidas e sempre adiadas e pelas obras de saneamento nas redes pluviais e de esgotos de modo a aumentar a capacidade de drenagem.
A CDU, propôs ainda a criação de um programa de apoio e de indemnização às populações, comércio, indústria e clubes (nomeadamente o SAD), atingidas pelas inundações que provocaram perda de bens e estragos nas casas, lojas e instalações.

Sector de Empresas de Oeiras edita Boletim

O Boletim de Fevereiro do Sector de Empresas de Oeiras aborda matérias como o Livro Brano das Relações Laborais, que classifica como uma Declaração de guerra aos trabalhadores portugueses, a greve dos trabalhadores da SEDA Ibérica e da Makro, a eleição da CT da A.A.Silva e a situação na Empresa, bem como outras informações relevantes.

Ler Boletim em PDF

Algés comemora 77 anos do Avante

Organizada pela Comissão de Freguesia da Cruz Quebrada / Dafundo e a Comissão Concelhia de Oeiras, realizou-se no CT de Algés uma iniciativa de comemoração dos 77 anos do Órgão Central do PCP. A iniciativa cujo tema era a "História e Importância do Jornal "Avante"", contou com a presença do Camarada José Casanova (Director do Avante e Membro da Comissão Politica do CC do PCP) e teve participação de cerca de 40 camaradas e amigos.

População do concelho de Oeiras descontente com Vimeca

A população do concelho de Oeiras está descontente com os serviços prestados pela Vimeca, no passado dia 7 de Fevereiro, perto de uma centena de pessoas concentraram-se à porta da Vimeca para protestar contra retirada de carreiras, a alteração de trajectos, o não cumprimento de horários, a não afixação de horários nas paragens, a falta de transportes ao fim-de-semana. O PCP tem estado e estará sempre ao lado das populações, nos órgãos onde tem eleitos e na rua, apoiando as suas justas lutas.

Continuar...