Saiu "O Bugio" (Jan/Fev)

Nesta edição podes ler:
Vimeca, a incoerência presidencial;Luta nas telecomunicações; Grande distribuição, a Luta continua; Mcall, precariedade e exploração; Função pública, a Luta necessária; Pág. 3
Trabalhadores da Limpeza, a Luta tem de continuar; ISQ, precariedade a alastrar; Plural, Luta e conquista; CTT, privatizar e destruir.

Quem Luta sempre alcança! Lê aqui em PDF

APAPOL - Quem não luta, nunca alcança

Na APAPOL, a luta continua

Perante a persistência da administração em ignorar e desprezar as reivindicações dos trabalhadores, estes voltam à Luta já no dia 24 de
Dezembro com greve e concentração marcada junto à sede da empresa. Também para o dia 31 de Dezembro está marcada uma
paralisação.
O PCP está solidário com a Luta dos trabalhadores.

Ver PDF aqui

A SITUAÇÃO NA LISGRÁFICA

COMUNICADO DO SECTOR DE EMPRESAS DO PCP de OEIRAS

«A administração da Lisgráfica voltou a apresentar um plano de recuperação da empresa, em resposta ao processo de insolvência
determinado pelo Tribunal judicial da comarca de Lisboa Oeste, a 28 de Agosto de 2018, após o encerramento por este do processo especial de revitalização.

Ler comunicado, aqui em PDF

Célula do PCP, da APOPOL, emite comunicado

Administração despreza os
trabalhadores.

Que se cumpra a lei! Esta é a exigência dos trabalhadores da Apapol. A administração recusa-se a cumprir o contrato colectivo de trabalho do sector que consagra que todos os trabalhadores pasteleiros têm direito a dois dias de descanso. O que é facto é que todos os trabalhadores da Apapol apenas gozam de apenas um dia de descanso. Perante esta ilegalidade os
trabalhadores exigem que os patrões cumpram a lei, e o que é facto é que até agora não houve qualquer resposta assertiva.

Lêr comunicado, em PDF