Comunicado à população de Famões

À População de Famões

O Presidente da Junta de Freguesia de Famões não gostou que a CDU dissesse a verdade sobre o péssimo estado da Freguesia.

A CDU em Comunicado à população informava quanto recebeu a Junta de Freguesia para tratar da limpeza urbana.

Considerando o estado da Freguesia, não vislumbramos onde se gastou tanto dinheiro. Foi nesse sentido que solicitámos ao Sr. Presidente da Junta que informasse a população onde gastou o dinheiro.

Em vez disso o Sr. Presidente da Junta apresentou queixa na Polícia contra um eleito da CDU na Assembleia de Freguesia.

Ao Presidente da Junta, a CDU volta a dizer que preste contas à população, como é seu dever.

Ao Presidente da Junta, a CDU reafirma a sua determinação em continuar ao lado da população por melhores condições de vida e pela exigência de uma gestão transparente digna de um Poder Local Democrático.

Ao Sr. Presidente da Junta de Freguesia de Famões, a CDU diz que não tem medo de ameaças. Entre os activistas da CDU estão muitos e muitos elementos que resistiram a perseguições e actos persecutórios quando a liberdade não existia e sobre o povo pairava a mais repugnante opressão.

Dizemos ainda ao Sr. Presidente eleito pelo PS que não toleramos perseguições deste tipo a activistas da CDU, sobretudo quando estes cumprem o dever de informar a população e de a alertar para aquilo que consideram não estar bem.

Senhor Presidente, vivemos num País onde a Liberdade custou a alcançar. Onde a luta pela liberdade custou a vida a muitos Portugueses. Faça o favor de respeitar essa memória.

Novembro / 2006
A CDU de Odivelas

Declaração voto Vereadores da CDU sobre alteração orçamental

Declaração de Voto
Ponto Único – 6ª Alteração Orçamental


Embora percebendo os princípios seguidos para esta alteração orçamental – redução das despesas correntes e aumento nas despesas de capital – com os quais estamos de acordo, os vereadores da CDU não podem aceitar que com esse pretexto se esvaziem por completo as rubricas para obras muito importantes para a população do concelho e que têm constado sucessivamente de planos de actividade, nomeadamente:

- Variantes Norte e Sul a Caneças - € 12 500,00 a cada, desaparecendo por completo estas rubricas;
- Valorização da Anta das Pedras Grandes - € 12 500,00, também esta rubrica desaparece;
- Projecto de arranjos exteriores no Regueirão (Cassapia) - € 25 000,00 – que apenas fica com o que não está definido, “só para inglês ver”;
- Diminuição das verbas, em todas as freguesias, entre € 1 000,00 e € 5 000,00, para requalificação do espaço público.

Entre outros exemplos que poderíamos dar, como se justifica que estas intervenções não são mais necessárias para a população que o pretendido com esta alteração?

Em relação à comparticipação financeira às AUGI’s, na anterior alteração orçamental registou-se uma diminuição nessa rubrica no valor de € 32 200,00. Na presente alteração, a história repete-se, ficando apenas 119.100 € como definido.

Nos “Estudos e Projectos no âmbito da Vertente Sul retira-se tudo o que estava definido, deixando só o que está em não definido. É o mesmo que assumir nada fazerem nesta área.

Relativamente à Praça Pública da Quinta da Memória, que está transformada num autêntico lamaçal, por nenhuma obra ali ter sido feita, não se explicando porque tudo ficou como estava desde quando tomámos posse, agora retiram desta rubrica € 381 000,00.

Ao mesmo tempo que se retiram estas verbas destas importantes áreas, continua a fazer folclore com iniciativas como a da apresentação da nova imagem da Câmara, em hora nocturna, com a presença de trabalhadores municipais, mas depois não se pagam horas que são feitas.

A falta de coerência é tanta que não nos permitiu dar a nossa concordância a esta alteração orçamental, por isso votamos contra.

Odivelas, 8 de Novembro de 2006

Os Vereadores da CDU