CDU em defesa da Escola Pública em Mafra

DefesaEscolaOs Professores da CDU de Mafra após terem reunido com a Presidente da CPCJ, reuniram-se com Associações de Pais do Concelho bem como com os Directores dos Agrupamentos de Escolas e da escola secundária. As referidas reuniões têm como objectivo a auscultação dos principais interveniente no processo educativo no concelho de Mafra e a preparação de um Debate sobre a Escola e o Ensino previsto para o mês de Abril.

Continuar...

Reunião dos Professores da CDU de Mafra com a CPCJ

mini-Reunio Prof CPCJ

Os professores da CDU de Mafra irão realizar no 1º trimestre de 2015, um Debate sobre a situação da Escola e do Ensino no Concelho de Mafra.
No sentido de perceber a opinião dos diferentes intervenientes no processo educativo os professores da CDU solicitaram reuniões com as Direcções dos Agrupamentos de Escolas, Associações de Pais e Encarregados de Educação e CPCJ (Comissão de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo).
A primeira reunião realizou-se no passado dia 29 de Dezembro de 2014, com a Presidente da CPCJ, drª Maria Manuel Oliveira.
A reunião foi bastante profícua, uma vez que as informações e assuntos abordados foram bastantes significativos e esclarecedores.

Continuar...

Comunicado Aos trabalhadores do Município de Mafra

mini-CDU Mafra cabealho

Os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Mafra apresentaram a seguinte moção na Assembleia Ordinária do passado dia 20:

“A assembleia Municipal reunida hoje, 20 de Novembro, atendendo à justeza da pretensão dos trabalhadores municipais de regressar ao horário de trabalho de 35 horas semanais, justeza até reconhecida por sua Excelência o Presidente da Câmara, na Área Metropolitana de Lisboa, de cujo Conselho é Vice-Presidente, recomenda à Câmara a adopção imediata do horário de trabalho de 35 Horas semanais.”

Continuar...

Plenário em frente à Câmara Municipal de Mafra

mini-Plenario CMM

No passado dia 13 de Novembro os trabalhadores do Município de Mafra, convocados pelo STAL, no âmbito do dia de Indignação e Luta, reuniram-se em plenário para, em conjunto com os seus dirigentes, Direcção do STAL, União dos Sindicatos de Lisboa e CGTP, fazerem o ponto de situação da aplicação das 35 horas de trabalho no Município tendo concluído:

Continuar...

Orçamento MUNICIPAL 2015, AS RAZÕES DE UM NÃO!

mini-Logo CDU Mafra

O actual quadro geral das autarquias caracteriza-se por uma subordinação à ofensiva internacional do capital financeiro, que não só destrói o Poder Local, como igualmente o Portugal de Abril.

Neste quadro, a gestão das autarquias quer a nível do município, quer ao nível das freguesias, constitui um elemento central, com particular incidência na área administrativa e financeira.

As profundas alterações na legislação, quer por via do desastroso Orçamento de Estado de 2015, quer pelas novas leis de finanças locais e de atribuições, quer pela Lei dos compromissos e pagamentos em atraso, tornam a gestão financeira mais complexa, mais difícil e limitativa da intervenção, impondo um continuado ataque à autonomia e capacidade financeira do Poder Local.

Continuar...