Lourinhã: Proposta de valorização do Planalto das Cesaredas

A CDU que, no início do ano passado, tomou a iniciativa de acompanhar e defender os habitantes do Planalto das Cesaredas, desencadeou na Assembleia Municipal da Lourinhã posições políticas que vieram a ser reconhecidas por outros partidos.

 

  Assim, o PS, que foi responsável pela situação criada, acabou por se juntar à CDU e CDS para redigir uma proposta para a Defesa e Valorização do Planalto das Cesaredas. Essa proposta reconhece a área como de "acentuada magnificência social, patrimonial, ambiental, cultural e económica, onde confluem ideias e interesses nem sempre compatíveis".


Reconhece também a necessidade de "implementação de um conjunto de ações que eleve a qualidade de vida das populações e transforme aquele território num local mais aprazível e atrativo".


Propõe retomar o respeito pelo "Protocolo Intermunicipal do Planalto das Cesaredas" onde se prevê "Salvaguardar, conservar e valorizar o património cultural, natural, arqueológico, paleontológico e edificado do Planalto das Cezaredas; Preservar os núcleos populacionais e as suas atividades tradicionais de forma a desenvolver e a tornar atrativo o seu potencial turístico, ambiental, histórico e etnográfico, possibilitando a sua exploração de forma sustentável" entre outras medidas.


Finalmente a proposta visa criar "a constituição de um grupo de trabalho" que "terá a incumbência de apresentar ... uma proposta concreta conducente à resolução das problemáticas do planalto das Cesaredas".