Câmara de Loures impedida de consultar processo da privatização da EGF / Valorsul

Em comunicado, a Câmara Municipal de Loures (de maioria CDU) denuncia que o seu pedido de consulta ao processo de privatização da Empresa Geral de Fomento (EGF) foi recusado pelo Governo. Apesar da Câmara Municipal de Loures ser accionista, cliente e fornecedora da Valorsul, empresa que faz parte do grupo EGF, o "Governo alega que a Câmara Municipal de Loures não é parte interessada no processo". O município Loures informa que "vai recorrer a todos os meios legais e políticos para contrariar esta decisão".  Recorde-se que a Câmara Municipal de Loures colocou-se, desde a primeira hora, contra a privatização deste sector estratégico, rentável e devidamente capacitado para respeitar os interesses das populações.