Cheias de Sacavém: Basta de Incompetência!

A CDU de Loures e de Sacavém acusa a CM Loures - e a sua gestão PS - de terem contribuído para o desastre que as cheias representaram para a população: porque não tomaram as medidas devidas perante a iminência da catastrófe; e poque permitiram a degradação de sargetas e colectores ao mesmo tempo que autorizavam depósito de terras em zonas perigosas. Ao opor-se à criação da Comissão de Inquérito proposta pela CDU, o PS de Loures deixou claro que teme esse apuramento.
Basta de incompetência

Câmara Municipal de Loures e Junta de Freguesia do PS incapazes de garantir a segurança das populações


Ninguém consegue impedir a ocorrência de chuvas intensas ou outro tipo de catástrofes, no entanto, o cidadão tem o direito de ter à sua disposição informações concretas sobre os riscos e como prevenir e minimizar os seus efeitos, caso aconteçam. (Lei de Bases da Protecção Civil, Lei n° 27/2006 de 3 de Julho).

Não sabiam, a Câmara e a Junta de Freguesia da existência de alerta "laranja", sobre a previsão de chuvas intensas para o passado fim-de-semana?

Não conhecem quais os locais de maior risco, na nossa cidade?

Não deveriam ter tomado medidas de prevenção e avisar os moradores e residentes da zona baixa de   Sacavém de modo a minimizar os prejuízos?

Não deveriam manter limpos e desentupidos as sarjetas e colectores?

Ao contrário do que lhes é legalmente exigido, mantêm a zona a montante da Rua Salvador Allende,
em obras há mais de dois anos, sem os cuidados inerentes às mesmas.

Paralelamente, autorizaram a colocação de grandes quantidades de terra junto à ribeira do Prior Velho, provenientes da construção de um edifício, pondo em risco o natural percurso das águas.

O problema do colector não deveria ser uma prioridade a considerar por parte da Câmara?

Faz parte das atribuições da Câmara Municipal criar as condições para minimizar os prejuízos das pessoas afectadas, dado que esta calamidade alterou as suas condições de vida e o tecido socio-económico de uma parte da população de Sacavém.

Os primeiros responsáveis da Protecção Civil do Concelho e da Cidade - os Presidentes da Câmara e da Junta de Freguesia, não se  podem alhear destas situações.

Esta gestão do Partido Socialista deixa muito a desejar, quando confrontada com questões concretas que afligem as pessoas, tendo até na sua abordagem, tiques de arrogância, como neste caso: "... Sei lá que é que vai pagar?!....", "... Os comerciantes deveriam calcular o risco ao terem aqui as suas lojas..." alega o Sr. Presidente da Câmara.

Mas, quando se trata de inaugurações, beberetes, e eventos afins, são os campeões da propaganda e da demagogia, dominam bem o marketing político, mas a vida real aí está a comprovar a distância entre o que se diz e o que não se faz.

A CDU exorta a população atingida por esta catástrofe, a reclarnar e fazer valer a sua justiça,
através dos diversos meios institucionais.

Não estão sós! Contem connosco!

PS chumba criação de comissão de inquérito

Os Vereadores da CDU propuseram na ultima reunião de Câmara a criação de uma Comissão de Inquérito para averiguar as responsabilidades pela situação ocorrida no passado dia 30 de Setembro em Sacavém de Baixo. A CDU entende que o apuramento de responsabilidades é um passo indispensável para a alteração das condições que geraram esta situação, de modo a prevenir situações semelhantes no futuro. A proposta foi rejeitada pelo PS. Quem tem medo do apuramento das responsabilidades?