PCP leva reivindicações dos moradores do Bairro de Campos Velhos à Assembleia Municipal de Cascais

Campos Velhos Frase 1“Os moradores deste Bairro sempre cumpriram com os seus deveres e obrigações, mas a Câmara de Cascais nunca foi capaz de garantir o cumprimento dos seus direitos.

Para quando uma intervenção de fundo neste Bairro que garanta uma efectiva resposta às justas reivindicações dos seus moradores?

Para quando uma política que olhe para este Bairro e para os seus moradores como munícipes de pleno direito deste Concelho?"

Foi assim que José Carlos Silva, eleito comunista na Assembleia Municipal de Cascais, terminou a sua intervenção na reunião da passada segunda-feira, depois da visita efectuada ao Bairro de Campos Velhos, na freguesia de Alcabideche. O PCP contactou com mais de 50 moradores daquele Bairro, constatando os graves problemas que o afectam e ouvindo as justas reivindicações por uma melhoria das condições de vida e por um tratamento digno por parte da Câmara Municipal de Cascais.

Infelizmente, o Presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras (PSD), não deu resposta a nenhuma das questões levantadas pelo PCP, dando a entender que o Bairro tem boas condições para os seus moradores, e limitando-se a afirmar que os problemas de iluminação se devem a casos de vandalismo, numa clara ofensa a todos os moradores do Bairro de Campos Velhos.

 

O PCP, ao contrário do executivo PSD/CDS que lidera a Câmara de Cascais, não irá abandonar os moradores do Bairro de Campos Velhos até que todas as suas justas reivindicações sejam atendidas.

Leia a intervenção de José Carlos Silva na Assembleia Municipal de Cascais:

“Permitam que a esta Assembleia retome uma discussão já antiga, relacionada com as condições de vida da população do Bairro de Montes Velhos, na freguesia de Alcabideche. Os moradores sentem-se descriminados e votados ao abandono, num bairro esquecido por esta maioria camarária, talvez por ficar de fora dos olhares dos turistas, não sendo por isso uma prioridade para os poderes instituídos.

No passado domingo, 19 de Julho, o PCP realizou uma visita a este bairro onde contactou com os seus moradores e pôde constatar que os problemas com que se deparam nunca foram resolvidos e têm-se agravado.

Senão vejamos:

Em termos de mobilidade esta população está completamente isolada do resto do Concelho, na medida em que a paragem de autocarro, mais próxima está situada a cerca de 1 km do bairro. Imaginemos pessoas com mobilidade reduzida, doentes crónicos, estudantes e trabalhadores que após um dia de trabalho árduo têm que, para além de tudo percorrer a pé este trajecto.

Até o percurso que muitos pais têm de fazer para levar os seus filhos à creche mais próxima é feito de terra batida e silvas. A única alternativa que estes moradores encontram é o recurso ao táxi, com os elevados custos que isso representa. As estradas alcatroadas e os passeios são uma raridade por estas bandas, sendo comum o pó que, levantado pelos carros e pelo vento, entra nas casas destes moradores. E quem tem viatura própria, além de ver o seu carro constantemente sujo, habilita-se a ganhar uma despesa extra, provocada pelos buracos na estrada.

Falta tudo neste Bairro, desde a mercearia, ao café, passando pelo jardim infantil, pelo parque de jogos, ou a sala de acompanhamento de estudos para as crianças e jovens em idade escolar.

Às crianças é devido um ambiente saudável e acolhedor para que o seu crescimento e desenvolvimento físico e intelectual seja de forma a que a sua integração na sociedade se faça de forma harmoniosa. Carências de ludoteca, campo de jogos e parque infantil são das mais observadas pelas crianças e jovens. Brincar na rua é o que lhes resta, face à ausência de alternativas correctas, sendo que é já nestas idades que são confrontadas com experiências desagradáveis, quando as forças da ordem são chamadas a intervir, para acabar com as brincadeiras e jogos de rua.

O mobiliário urbano é inexistente, tendo os moradores de levar cadeiras de casa para apanhar algum fresco ao fim da tarde.

A falta de iluminação pública é um problema real. Existem locais sem iluminação com candeeiros completamente absorvidos pela vegetação.

As ervas infestantes proliferam pelos passeios, chegando às janelas de r/c dos moradores, havendo ainda canteiros completamente desprezados pelos serviços camarários.

A limpeza urbana deixa muito a desejar e o lixo acumulado é uma constante, tanto de monos junto aos poucos contentores existentes, apesar de os moradores solicitarem a sua recolha aos serviços respectivos, como nas áreas circundantes, atraindo todo o tipo de animais indesejáveis como cobras, ratos e baratas.

Também os idosos deste bairro carecem de acompanhamento por parte dos responsáveis concelhios, e de freguesia, nomeadamente por falta de assistentes sociais para os encaminhar na resolução das suas necessidades prementes, nomeadamente de saúde, resolução de questões burocráticas, entre outras.

Outra das necessidades apontadas é a da construção de hortas comunitárias no espaço do bairro, tendo em conta os baixos rendimentos e a possibilidade de, por via do trabalho na terra, poderem usufruir de vegetais para a sua alimentação.

É de dignidade da pessoa humana que aqui estamos a falar.

Estamos num momento em que não basta entregar uma casa a uma família e deixá-la entregue ao seu destino, é necessário um acompanhamento continuo das pessoas e dos espaços envolventes, criando nos pessoas um sentimento de auto-estima e de pertença colectiva, de forma a que os moradores considerem os espaços públicos como seus.

Os moradores deste bairro sempre cumpriram com os seus deveres e obrigações, mas a Câmara Municipal de Cascais nunca foi capaz de garantir os seus direitos.

O PCP pergunta:

Para quando uma intervenção de fundo neste bairro que garanta uma efectiva resposta às justas reivindicações dos seus moradores?

Para quando uma política que olhe para este bairro e para os seus moradores como munícipes de pleno direito deste concelho?”

Cascais, 20 de Julho de 2020

P´lo Grupo Municipal do PCP

José Carlos Silva

Campos Velhos 2Campos Velhos  aCampos Velhos bCampos Velhos c