PCP repudia despedimento de mais de 200 trabalhadores nas Lojas Francas

Nas Lojas Francas de Portugal, mais 201 trabalhadores  são lançados para o desemprego pela não renovação dos seus contratos de trabalho a termo incerto. A célula do PCP das Lojas Francas de Portugal no Aeroporto Humberto Delgado, rejeita e condena estes despedimentos selvagens.

Exige a imediata intervenção do Governo para proteger e defender o emprego e os salários, em particular dos trabalhadores com vínculos precários.

Ler aqui o comunicado