1915 - Sob uma outra bandeira

 

Importar o texto em PDF

«Um partidário do internacionalismo que não seja o mais consequente e decidido adversário do oportunismo é uma miragem e nada mais do que isso. Pode acontecer que alguns indivíduos desse tipo se considerem sinceramente como “internacionalistas”, mas julga-se as pessoas não segundo aquilo que elas pensam de si mesmas, mas segundo o seu comportamento político: o comportamento político dos “internacionalistas” que não sejam adversários consequentes e decididos do oportunismo será sempre uma ajuda ou um apoio à corrente dos nacionalistas. Por outro lado, os nacionalistas também se intitulam “internacionalistas” (Kautsky, Lensch, Haenisch, Vandervelde, Hyndman, e outros) e não só se intitulam assim como aceitam inteiramente a aproximação, o entendimento, a união internacional das pessoas que pensam como eles. Os oportunistas não são contra o “internacionalismo”, são apenas pela aprovação internacional e pelo entendimento internacional dos oportunistas.»