1919, Relatório no II Congresso de Toda a Rússia das Organizações Comunistas dos Povos do Oriente

«Penso que aquilo que o Exército Vermelho fez, a sua luta e a história da sua vitória terão uma importância gigantesca, mundial, para todos os povos do Oriente. Ela mostrará aos povos do Oriente que, por mais fracos que sejam estes povos, por invencível que pareça o poderio dos opressores europeus, que utilizam na luta todas as maravilhas da técnica e da arte militar, apesar disso, a guerra revolucionária conduzida pelos povos oprimidos, se esta guerra conseguir verdadeiramente despertar milhões de trabalhadores e de explorados, esta guerra revolucionária encerra em si tais possibilidades, tais milagres que a libertação dos povos do Oriente é actualmente perfeitamente realizável na prática, não só do ponto de vista das perspectivas da revolução internacional, mas também do ponto de vista da experiência directamente militar, adquirida na Ásia, na Sibéria, experiência adquirida pela República Soviética, que sofreu uma invasão militar de todos os países poderosos do imperialismo.»

Ler Texto de Lénine em PDF

Penso que aquilo que o Exército Vermelho fez, a sua luta e a história da sua vitória terão uma importância gigantesca, mundial, para todos os povos do Oriente. Ela mostrará aos povos do Oriente que, por mais fracos que sejam estes povos, por invencível que pareça o poderio dos opressores europeus, que utilizam na luta todas as maravilhas da técnica e da arte militar, apesar disso, a guerra revolucionária conduzida pelos povos oprimidos, se esta guerra conseguir verdadeiramente despertar milhões de trabalhadores e de explorados, esta guerra revolucionária encerra em si tais possibilidades, tais milagres que a libertação dos povos do Oriente é actualmente perfeitamente realizável na prática, não só do ponto de vista das perspectivas da revolução internacional, mas também do ponto de vista da experiência directamente militar, adquirida na Ásia, na Sibéria, experiência adquirida pela República Soviética, que sofreu uma invasão militar de todos os países poderosos do imperialismo.