Nota de imprensa de 30/06/2008

Foi preciso a CDU visitar o Bairro da Ribeirada para que o PS na Câmara Municipal, Junta de Freguesia e o promotor imobiliário fizessem o que já deviam ter feito.

Moradores da Ribeirada têm razão!

Uma teia de cumplicidades envolvendo o promotor imobiliário, a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia de Odivelas estão na origem do estado de abandono a que estão votadas as zonas envolventes à Urbanização da Ribeirada (fase 2). Na visita efectuada a esta urbanização, os eleitos pela CDU na Assembleia de Freguesia, na Câmara e na Assembleia Municipal constataram, no local e junto dos moradores, as razões da indignação. Negligência, desleixo e incompetência são as marcas do PS neste bairro da Freguesia de Odivelas.

Continuar...

Nota de imprensa de 9/12/2008

Orçamento e Grandes Opções Municipais para 2009

Demagogia Eleitoral

Já a pensar nas eleições, o orçamento municipal para 2009 revela do PS local a sua face mais irresponsável. Ao inflacionar as receitas o PS tenta mascarar as promessas e as obras que sabe que não vai poder cumprir nem pagar, deixando para os próximos executivos os buracos orçamentais e as dívidas das parcerias com privados.

O Orçamento e as Grandes Opções do Plano para 2009, aprovados pelo PS e PSD na última reunião de Câmara, são irrealistas, irresponsáveis e demagógicos.

Em ano de eleições, o PS promete fazer num ano o que não conseguiu fazer em 10. Ora pois...

Continuar...

Nota de imprensa de 06/02/2008

Nota de Imprensa

MARCHA PELA SAÚDE

NO CONCELHO DE ODIVELAS

Sábado 16 de Fevereiro - 15h - Largo D.Dinis - Odivelas

Queremos médicos e enfermeiros!

Os problemas da Saúde no Concelho de Odivelas têm-se agravado de forma galopante e insustentável.

Hoje temos no concelho mais de 35.000 utentes sem médico de família, situação que resulta do aumento da população e da diminuição do número de médicos. Os dados recentemente divulgados indicam que em 2006 havia 70 médicos de família para cerca de 159.000 utentes, o que de acordo com os rácios da Organização Mundial de Saúde (OMS) representa um défice de 35 médicos. 

Os médicos de especialidades estão em vias de extinção: ginecologia já não existe há vários anos, otorrino existe apenas um para todo o concelho, pediatra, também existe apenas um médico mas será por pouco tempo, uma vez que está à espera da reforma.   

Também os profissionais de enfermagem estão longe de corresponder às necessidades da população, já que, ainda de acordo com os rácios da OMS, faltam 74 enfermeiros para fazer face ao número de utentes.

Os cuidados continuados e paliativos deixaram de funcionar 24 horas por dia e correm o risco de acabar por falta de pessoal, ficando ao abandono os doentes, em particular idosos, que através deste serviço tinham apoio médico e de enfermagem.   

Chega de promessas!

Queremos a construção dos Centros de Saúde!

A degradação dos Centros de Saúde agrava-se a cada dia que passa! Há salas onde chove, andares sem casas de banho por problemas de esgotos, prédios sem elevador ou com escadas de acesso que dificultam a mobilidade de

pessoas idosas, pessoas portadoras de deficiência motora e os pais com os carrinhos de bebé quando vão com os filhos ao médico.

O governo mentiu quando, em Janeiro de 2006 através do ministro da saúde, prometeu a construção de novos Centros de Saúde (Odivelas, Olival Basto e Póvoa de St.º Adrião) que tinham sido objecto de contrato-programa celebrado em 2001 com o Município e que deveriam ter sido construídos até final de 2004.
 
O Orçamento de Estado para este ano, tal como em 2007, não contempla qualquer verba para a construção dos centros de saúde.

Os deputados do PCP apresentaram na Assembleia da República propostas para que fossem incluídas verbas para a construção dos Centros de Saúde do Concelho, mas tanto o PS como o PSD votaram contra, o que significa que estão de acordo com a política do governo.  

O mesmo acontece no poder local, nomeadamente na Câmara e nas Freguesias de maioria PS ou PSD onde nada fazem para exigir do Governo medidas que assegurem o acesso aos cuidados de saúde. 

Pelo contrário, os eleitos da CDU têm apresentado várias propostas nos órgãos autárquicos com o objectivo de pressionar o governo a cumprir as suas promessas e obrigações para com a população do concelho. 

Ao longo do anterior mandato, em que a CDU teve a responsabilidade da área da Saúde, foram desenvolvidos todos os procedimentos que, no âmbito dos contratos-programa, cabiam à Câmara Municipal de Odivelas. Face ao não cumprimento por parte do governo dos compromissos assumidos, os Vereadores da CDU apresentaram em Outubro de 2003 uma moção no sentido do processo ser remetido para análise jurídica e serem encetados os procedimentos para exigir do Estado o cumprimento da suas obrigações contratualizadas com o município. Apesar da moção ter sido aprovada, não foi dado qualquer andamento ao processo. 

Porque a situação se tem vindo a agravar, não havendo qualquer perspectiva de que os Centros de Saúde venham a ser construídos e porque consideramos esta atitude do Governo um completo desrespeito para com a população do concelho de Odivelas, voltámos a apresentar, na reunião de Câmara realizada no passado dia 16 de Janeiro, uma moção com o mesmo objectivo.  

Mas outras foram as iniciativas dos eleitos da CDU, de que destacamos:

  • Visita aos centros de saúde e respectivas extensões para um melhor conhecimento da situação; 
  • Apresentação em reunião de Câmara de uma moção contra o encerramento do CATUS de Odivelas (que constava da Proposta de Reestruturação do Atendimento às Doenças Agudas/Urgências, anunciado em Maio/Junho de 2006);
  • Proposta de um abaixo-assinado apresentado e aprovado em reunião de Câmara em Abril de 2007, exigindo a inclusão nos Orçamentos de Estado de 2008 e 2009 de verbas para a construção dos Centros de Saúde em Famões, Odivelas, Ramada, Pontinha, Olival Basto e Póvoa de Santo Adrião;
  • Pedido de agendamento na Assembleia Municipal para debate da situação da saúde no Concelho, a qual se realizou em Junho de 2006.
  • Convocação de uma sessão extraordinária da Assembleia de Freguesia de Odivelas para análise da situação da saúde na Freguesia, a qual se realizou no passado dia 10 de Janeiro.
Com estas iniciativas colocámos os problemas da saúde na agenda política, denunciando a difícil situação que se vive no concelho.      

No que se refere à construção do Hospital Loures/Odivelas, cuja conclusão chegou a ser anunciada para 2008, nada se sabe dos resultados do concurso lançado em Abril de 2007, desconhecendo-se se e quando vai ser efectivamente construído. Para já, sabe-se que não consta do Orçamento de Estado para 2008.  

O acesso à saúde além de difícil é também cada vez mais caro, com as taxas moderadoras e os medicamentos a aumentarem sistematicamente.

Porque a saúde é um direito constitucional e como tal tem que ser garantido, o governo tem o dever de criar as condições para que todos tenham acesso aos cuidados de saúde.

Foi para isso que se criou o Serviço Nacional de Saúde que este governo quer destruir, transformando-a num verdadeiro negócio.  

O Ministro da Saúde foi substituído mas a nova ministra já disse que vai continuar a mesma política, ou seja, fica tudo na mesma. 

Porque é preciso dizer basta! 

Porque é preciso fazer sentir ao governo que não aceitamos o desprezo com que tem tratado a população do concelho de Odivelas, a CDU decidiu organizar uma Marcha pela Saúde no próximo dia 16 de Fevereiro para repudiar esta política de saúde que o governo insiste em continuar.

Esta marcha terá a participação de Jerónimo de Sousa, Deputado e Secretario Geral do PCP. 

A CDU apela à participação de todos nesta acção de protesto, pois estamos convictos que através da luta é possível inverter esta política de destruição do Serviço Nacional de Saúde! 

Odivelas, 06 de Fevereiro de 2008

 

 

 

Nota de imprensa de 07/02/2008

Nota de Imprensa

Queremos médicos e enfermeiros!

Encontro com a População

CDU debate estado da Saúde na Freguesia da Ramada

Sábado, dia 9 pelas 10:30h, no Parque dos Moinhos.

No próximo Sábado pelas 10:30, no Parque dos Moinhos, Freguesia da Ramada, a CDU promove um Encontro com a População, com o objectivo de debater as questões relacionadas com a prestações dos cuidados de saúde na freguesia. 

Neste encontro estarão presentes, Francisco Bartolomeu, Presidente da Junta de Freguesia da Ramada; Ilídio Ferreira e Maria da Luz Nogueira, Vereadores da CDU na Câmara Municipal de Odivelas. 

Pelas 12:30h haverá lugar ao Almoço da Amizade, na Casa dos Mais Velhos (antigo Centro de Dia).

Em ambas as iniciativas a CDU irá apelar à participação da população da Freguesia da Ramada na Marcha Pela Saúde marcada para Sábado 16 de Fevereiro às 15:00h, com concentração no Largo D.Dinis, em Odivelas. 

Odivelas, 07 de Fevereiro de 2008

 

 

 

Nota de imprensa de 24/01/2008

Nota de Imprensa

Bairro dos Cágados, em Odivelas, População Protesta!

No próximo Sábado, dia 26 a partir das 10:00h, os Vereadores da CDU e os eleitos na Assembleia de Freguesia de Odivelas visitarão o Bairro dos Cágados.

Continuar...

Nota de imprensa de 28/01/2008

CDU visitou o Bairro dos Cágados

Vimos de tudo... 

No passado Sábado a CDU visitou um dos mais antigos bairros de Odivelas, o Bairro dos Cágados, também conhecido como Bairro Avelar Brotero, pela proximidade à escola com esse nome.  O que vimos deixa-nos preocupados com o futuro do Bairro e da Freguesia. Degradação dos equipamentos públicos e do mobiliário urbano, falta de manutenção dos passeios, existência de lixo e matagal junto à ribeira, caneiros e esgotos afectados, receptador de esgotos domésticos a poluir a ribeira e um duvidoso projecto de circulação rodoviária no interior do bairro, que não foi devidamente discutido com a população...

Continuar...